Um brasileiro foi convidado pelo Festival Clin d’Oeil, na França, para ensinar graffiti para pessoas com deficiência auditiva em Paris.

O nome artístico dele é Odrus - que é a palavra "surdo" escrita de trás para a frente -, mas no registro de nascimento ele é Rafael Santos.

O artista, de 34 anos, embarcou no último fim de semana para a Europa mesmo sem toda a grana para viajar... Infelizmente, a vaquinha que fez não deu certo.

Odrus é de Planaltina, cidade do Distrito Federal imortalizada na letra de "Faroeste Caboclo", da Legião Urbana. E como os personagens da música, o homem dos graffiti já passou por muitos perrengues.

O primeiro foi ter nascido com surdez profunda. Depois foi excluído na escola por falta de intérprete de Libras (a língua brasileira de sinais). Também conheceu más companhias que o levaram a cometer roubos.

A vida de Odrus mudou quando ele conheceu o mundo colorido do graffiti... e sua arte se tornou internacional.

Veja os trabalhos dele aqui

Créditos:

Odrus em San Francisco/ EUA - Foto: arquivo pessoal

  • Leia também:

Grafiteiro recupera pintura no Largo da Batata lavando a tinta

Imagem Autor

O SóNotíciaBoa é uma plataforma de comunicação positiva que desde 2011 trabalha com jornalismo positivo na web. Sua missão é usar a informação para melhorar o dia das pessoas

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.