Seja a mudança que você quer ver no mundo...

Mahatma Gandhi. Como não iniciar uma matéria a respeito de transformação social e não citar esta frase de Gandhi que faz todo o sentido?

Vivemos tempos de evolução tecnológica, de luta e conquistas de direitos e ao mesmo tempo de retrocessos e esfriamento das relações. Entretanto, há também uma tendência, em se tratando do meio corporativo, de humanizar as coisas, as relações e promover mudanças profundas nas sociedades em que se está inserido.

Seguindo esse fluxo, contaremos brevemente a história de 3 empreendimentos que estão transformando seu contexto e que já nasceram sob a égide da economia do compartilhamento, do bem comum e da criatividade em prol das cidades, afinal a educação é a grande mudança.

Vamos começar falando sobre o empreendimento social, Reconectta!

Fundado pelo empreendedor social Douglas Giglioti o projeto traz como pano de fundo as crianças, a felicidade e todas as conexões geradas a partir desta atmosfera.

A Reconectta acredita na reconexão com o meio ambiente e com os outros e que o caminho para nos tornarmos mais sustentáveis é transformação de pessoas através da educação. Por este motivo, Douglas reforça o conceito no projeto de educação para a sustentabilidade. Além disso, o negócio social oferece programas estratégicos de gestão, atividades com alunos e formações inovadoras para o público escolar.

A melhor maneira de pensar em construção de um futuro sustentável é apostando nas gerações que virão por aí. O futuro começa agora e o agora do amanhã são as crianças, então nada melhor que a educação para um dia o mundo se tornar exatamente como sempre sonhamos!

Douglas Giglioti + Reconectta

Créditos: Douglas Giglioti + Reconectta

Douglas Giglioti + Reconectta

Outro empreendimento social que merece destaque é o Comida do Amanhã!

Idealizado por Monica Guerra, o projeto busca conectar os principais atores que pensam e agem sobre a alimentação para potencializar iniciativas transversais, impactantes, que eduquem, informem, capacitem, inspirem e ofereçam uma experiência única usando o alimento em ferramenta para aumentar a conexão e melhorar as relações do indivíduo consigo, com os outros e consequentemente com o nosso planeta.

Partindo do mote: “o que comemos muda o mundo”, a proposta sugere uma reflexão ampla e profunda, partindo da semente ao empoderamento, através da comida. Aquela máxima: nós somos aquilo que comemos é uma grande verdade! Já pensou em começar todo este processo de construção através dos alimentos?

Assim, conhecendo te a ti mesmo e se transformando na mudança que você quer ver no mundo, olha lá o Gandhi aqui novamente!

Mônica Guerra + Comida do Amanhã

Créditos: Mônica Guerra + Comida do Amanhã

Mônica Guerra + Comida do Amanhã

E pra fechar com chave de ouro, ainda dentro do escopo de mudar o mundo através da educação, apresentamos o empreendimento Adifusora – uma plataforma que tem como missão difundir ondas. E se for pra espalhar, por que não construir algo colaborativo, entre audiência e marcas?

Assim se deu a iniciativa do criativo Felipe Frisoni, que decidiu inovar, pois estava cansado do formato atual da publicidade. Felipe, que começou sua vida na comunicação com intervenções artísticas e colaboração digital com a extinta MTV Brasil, juntou todo seu expertise em arte/comunicação e criou um modelo denominado marketing de equidade. Na Adifusora, não basta divulgar: tem que construir ao mesmo tempo.

O empreendimento social executa essa missão aliando marketing à educação e arte, sempre estabelecendo um relacionamento entre marcas e audiência baseado na verdade. Segundo Felipe, quando se ensina algo a alguém, logo se estabelece um vínculo de confiança e sua ideia é transformar o relacionamento entre marcas e cliente numa grande construção colaborativa.

A partir deste movimento, inicia-se a transformação que aos poucos e com a força da comunicação aliada a educação pode transformar o mundo!

Felipe Frisoni + Adifusora

Créditos: Felipe Frisoni + Adifusora

Felipe Frisoni + Adifusora

Já pensou em mudar o mundo? Basta acreditar! Como diria Steve Jobs: “os loucos que acham que podem mudar o mundo, são os que efetivamente o fazem”.

Conheça também a história do Wall Jobs, plataforma idealizada com o propósito de garantir estágios adequados, com um processo feito de forma digital, sem perda de tempo.

Imagem Autor

O WallJobs é uma plataforma dedicada a conseguir as melhores oportunidades de trabalho para jovens universitários ou recém formados.

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.