Valter Alegrete foi surpreendido por uma carta anônima que pedia perdão por um furto. O comerciante, que tem uma loja em Dourados, Mato Grosso do Sul, também recebeu R$ 400 em dinheiro para cobrir a despesa com o roubo. As informações são do G1.

Na carta, uma mulher que não quis se identificar explicou que certa vez, roubou do comércio de Valter um biquíni e uma blusa de malhar. "Não sei por que fiz isso, sempre fui certinha com as minhas contas", ela diz, "só sei que nunca usei nada que roubei, dei para outra pessoa". Ela também confessa que nunca se perdoou pelo furto, e, por isso, pesquisou o preço das peças e decidiu devolver o dinheiro e pedir desculpas.

Créditos: TV Morena / reprodução

Uma mulher enviou uma carta pedindo desculpas por ter furtado uma loja em Dourados, no Mato Grosso do Sul

Valter disse em entrevista à TV Morena que não se lembra do caso, mas acredita que ele deve ter acontecido há pelo menos 10 anos, uma vez que ele não vende mais os itens citados na carta. E apontou que gostaria de saber quem é a pessoa por trás da carta, para parabenizá-la pela atitude.

Veja mais informações - e leia o resto da carta - no G1.

Ladrão devolve dinheiro roubado de advogado e pede perdão em bilhete