Créditos: Reprodução/TV Globo

Bibi Perigosa se exibe com arma em "A Força do Querer"

A transição de gênero da personagem Ivana não é a única polêmica enfrentada pela autora Glória Perez em relação à sua novela "A Força do Querer", exibida às 21h na Rede Globo.

Desde a transformação da personagem Bibi Perigosa em criminosa, a novela tem sido alvo de críticas que a acusam de defender o tráfico.

A autora Glória Perez tem recebido comentários negativos de internautas nas redes sociais, principalmente por conta da mudança de rumo da trama envolvendo a personagem Bibi Perigosa (Juliana Paes). Segundo eles, Perez estaria "promovendo o tráfico de drogas" em pleno horário nobre da Globo.

Nesta quarta-feira, 16, Glória Perez enviou uma mensagem ao programa "Fofocalizando", do SBT, rebatendo as acusações de que estaria glamorizando o tráfico e colocando a polícia em uma posição inferior aos traficantes na trama.

Ao jornalista Leo Dias, ela respondeu: "Eu acho isso uma grande baboseira, é uma sacanagem ficar achando que colocamos a polícia na posição [inferior] (...) que é uma apologia ao tráfico [de drogas], não estou ligando para isso", disse.

Glória Perez ainda usou o seu perfil no Twitter para responder as críticas. "'A Força do Querer' é uma novela, não é uma cartilha de moral e cívica, q ainda pode ser encontrada nas boas casas do ramo", explicou.

  • Leia mais:

Glória Perez recebe críticas de trans por erros em 'Ivana'