O documentário "A Ira de um Anjo" conta a história de Elizabeth Thomas, uma menina de 6 anos com um transtorno raro de psicopatia que fazia ela odiar qualquer um a sua volta, incluindo os seus pais, os quais ela queria assassinar. Ela chegou a ser estuprada pelo pai biológico ainda criancinha.

Beth, como era chamada, tinha um irmão mais novo que se chama Jonathan. Passando o tempo, a menina também passou a desejar a morte de seu irmão, chegando a torturá-lo. Sem contar nos animais de estimação que ela torturava e matava sem o menor conceito de remorso, amor ou sentimentos positivos. Relembre o caso da menina:

De acordo com o site Climatologia Geográfica, os pais internam a menina numa clínica para crianças que sofrem de desordens mentais e um longo tratamento foi iniciado para tentar desfazer o trauma que a criança havia sofrido. Sabe-se que seu transtorno de psicopatia não tem cura, porém, Beth conseguiu estudar e se formou em enfermagem e trabalha ajudando vítimas que, assim como ela, sofreram de abusos sexuais.

Veja como ela está hoje em dia, 25 anos depois do documentário:

atualmente-2

Créditos: atualmente-2

 

Apesar das versões contadas sobre a vida atual de Beth Thomas serem positivas, ninguém consegue saber como ela realmente se sente. Seu caso e o de milhões de pessoas espalhados pelo mundo devem ser um incentivo a olharmos para a criação de nossos filhos. Também é um convite para não termos receio de denunciar qualquer problema que está a nossa frente. A infância pode proporcionar uma vida feliz a uma pessoa, mas também pode acabar com ela.