Créditos: Reprodução/Instagram Stories

Nadinne Bruna, após realizar o procedimento

Nadinne Bruna vive um drama em sua vida desde 2016, quando foi submetida a um procedimento controverso para mudar a cor de seus olhos.

Como consequência da cirurgia, a modelo argentina perdeu até o momento 80% da visão do olho direito e 50% da visão esquerda. Segundo ela, agora, com 32 anos, sua vista tem a mesma capacidade de enxergar como de “uma pessoa de 90 anos de idade”.

Selo Facilite

A cirurgia consistia em injetar silicone nos olhos castanhos para transformá-los em cinza claro. A moça, que mora em Miami, nos Estados Unidos, foi até Bogotá, na Colômbia, para fazer o procedimento, já que a operação não é autorizada no país americano.

Entretanto, meses após a cirurgia, a visão de Nadinne ficou borrada e os olhos ficaram doloridos. Ela chegou a perder trabalhos fotográficos, que eram sua principal fonte de renda, devido aos efeitos do procedimento, e apresentou um quadro de depressão.

Créditos: Reprodução/Instagram Stories

Nadinne Bruna, modelo argentina, perdeu a visão após procedimento controverso

“Antes da cirurgia, meus olhos estavam completamente saudáveis. Eles estavam em uma condição ótima. Eu fui muito ingênua. Desde a cirurgia, eu tenho a visão embaçada. Por cerca de um ano, meus olhos estavam constantemente vermelhos e irritados. As minhas pupilas não conseguem mais se ajustar à luz e eu terei que passar por um transplante de córnea. Também sofro de catarata. Essa cirurgia acabou com a minha vida”, lamentou ao “Daily Mail”.

Créditos: Reprodução/Instagram Stories

Nadinne Bruna, modelo argentina, perdeu a visão após procedimento nos olhos

Além disso, Nadinne também desenvolveu glaucoma.

  • De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a catarata é a principal causa de cegueira no Brasil (quase 50% dos casos). Em seguida, aparecem o glaucoma (15%) e a retinopatia diabética (7%). Saiba quais os tratamentos para as enfermidades AQUI

Leia também:

Catarata atinge mais mulheres do que homens, diz estudo