Michelle Cole, 42, teve que remover os dois seios durante o tratamento de um câncer de mama agressivo.

Após isso, ela não só reconstruiu as mamas, como teve uma ideia para dar um toque de arte ao corpo.

Créditos: reprodução: Daily Mail

Ela comemora cinco anos da mastectomia que ajudou a se livrar do câncer

Para celebrar sue recuperação, Cole tatuou uma espécie de top de renda na região. Este ano ela comemora o quinto aniversário de sua mastectomia dupla bem sucedida, o que a ajudou a vencer o câncer de mama, segundo o Daily Mail.

O trabalho ficou tão bonito que ela não tem problemas em exibi-lo: "Eu apenas comecei a tirar minha camiseta e as pessoas ficam maravilhadas quando descobrem que eu tenho uma tatuagem, não um sutiã".

O desenho imita um top sem alças, com folhas de renda ondulando. A ideia veio quando Michelle viu algumas tatuagens de outras mulheres que tinham passado pela mastectomia.

"É um pouco diferente e uma ótima maneira de celebrar meus seios, cinco anos após o câncer".

Segundo ela, a primeira vez que mostrou a tatuagem foi em junho deste ano, na Espanha, tomando banho de sol: "Fiz topless na piscina do hotel e outros turistas confundiram minha tatuagem com um biquíni".

1/3

Crédito da imagem: reprodução: Daily Mail

Miclelle teve a ideia ao ver as tatuagens de outras mulheres que passaram pelo mesmo

2/3

Crédito da imagem: reprodução: Daily Mail

Ele considera o desenho uma celebração

3/3

Crédito da imagem: reprodução: Daily Mail

E diz que todos acham a tatuagem muito bonita

  • Crédito da imagem: reprodução: Daily Mail

    1/3

    Miclelle teve a ideia ao ver as tatuagens de outras mulheres que passaram pelo mesmo

  • Crédito da imagem: reprodução: Daily Mail

    2/3

    Ele considera o desenho uma celebração

  • Crédito da imagem: reprodução: Daily Mail

    3/3

    E diz que todos acham a tatuagem muito bonita

Prevenção 

O autoexame é um meio eficaz na luta contra o câncer de mama. Mas não é a única, pois no início do desenvolvimento, o nódulo não tem tamanho suficiente para ser percebido pelo toque do autoexame. É essencial fazer a mamografia anualmente a partir da idade recomendada pelo seu médico.

Entretanto, o nódulo não é o único sintoma. Confira outros 10 sintomas do câncer de mama que ajudam na identificação do diagnóstico:

  1. Vermelhidão na pele da mama;
  2. Inchaço ou dor na mama;
  3. Alterações no formato ou tamanho dos mamilos e das mamas;
  4. Assimetria entre as mamas;
  5. Nódulos e inchaços na axila;
  6. Secreção ou sangue vazando pelo mamilo;
  7. Pele enrugada ou endurecida, similar a uma casca de laranja;
  8. Coceira na mama ou mamilo;
  9. Feridas ou fendas;
  10. Veia saltada e crescente na mama.

Unido às mamografias periódicas, o autoexame deve ser realizado uma vez por mês, de preferência alguns dias após a menstruação.

Para conhecer o processo completo indicado para a realização do autoexame, leia o post completo no Blog Consulta do Bem.

Estúdio de tatuagem ajuda mulheres mastectomizadas gratuitamente