As árvores de bairros paulistanos estão mais coloridas graças a uma prática da população: amarrar orquídeas no tronco das plantas.

Higienópolis, no centro, Jardins, na zona oeste, e Ibirapuera e Moema, na zona sul, são alguns dos bairros onde os moradores têm enfeitado ruas com as flores.

Árvores de vias como a rua Itacolomi, em Higienópolis, e a alameda Ministro Rocha Azevedo, nos Jardins, acumulam várias orquídeas, de espécies e cores diferentes.

Segundo Lúcia Morimoto, presidente da Associação Orquidófila de São Paulo, a prática tem se intensificado nos últimos anos, e é bem simples: basta retirar a orquídea do vaso e amarrá-la com uma corda de sisal, por exemplo.

O recomendado é colocá-la com o lado mais verde virado para a árvore, o que facilita que raízes se formem e se agarrem ao tronco. Espécies como laranjeira e ipê são as mais indicadas, pois permitem a passagem da luz.

Amarrar a planta na árvore a possibilita viver mais próximo do seu habitat, dispensando cuidados, explica Lúcia. Leia matéria na íntegra