Créditos: Reprodução / RMG News

Dezenas de milhares de pessoas fugiram de suas casas nos arredores de Los Angeles

Os incêndios florestais no sul da Califórnia, Estados Unidos, devem ser intensificados pelos ventos quentes e secos da região de Santa Ana. No estado norte-americano, centenas de casas pegaram fogo e dezenas de milhares de pessoas fugiram de seus lares nos arredores de Los Angeles, a segunda maior cidade do país.

De acordo com informações da Reuters, a previsão é que os ventos cheguem a 130 quilômetros por hora nesta quinta. "Ventos fortes da noite para o dia criando um perigo de incêndio extremo", informou um alerta enviado pelo sistema de emergência nacional de Los Angeles.

Em vídeos e fotos publicados nas redes sociais, é possível ver encostas de colinas cobertas por chamas, centenas de moradias que viraram cinzas e bombeiros jogando água em paredes de fogo para tentar salvar residências.

O incêndio Creek, no Vale de San Fernando, ao norte de Los Angeles, causou a destruição de ao menos 30 casas e fez moradores saírem de 2.500 residências. Já o incêndio Rye ameaça mais de 5 mil lares e estruturas ao nordeste de Los Angeles.

O incêndio Skirball, que adentrou perto de grandes propriedades na vizinhança de Bel-Air, em Los Angeles, só está 5% contido. O incêndio Thomas, o maior deles, destruiu mais de 150 moradias e ameaça milhares outras na cidade de Ventura, localizada cerca de 80 quilômetros ao noroeste da cidade.

Veja mais vídeos e fotos:

  • Veja também:

Incêndio na Chapada dos Veadeiros começa a ser controlado