O maior lançamento do evento de 10 anos do iPhone nesta semana foi, sem dúvidas, o iPhone X. O aparelho é o mais tecnológico da marca, e apresenta uma série de recursos inéditos.

Uma das novidades que mais deram o que falar na apresentação da Apple foi o Face ID: ele desbloqueia o aparelho apenas para o seu dono por meio de reconhecimento facial. A inovação é uma alternativa para melhorar a segurança do smartphone – mas ela não funcionou do jeito que deveria durante o anúncio do iPhone X.

Em vez de autenticar o rosto de Craig Federighi, que estava apresentando o evento, o Face ID pediu uma senha. Federighi trocou de celular, e, então, o recurso funcionou.

O problema, no entanto, não foi uma falha do iPhone X. A Apple explicou em uma declaração ao Yahoo que outras pessoas estavam mexendo no smartphone antes de ele ir ao palco; dessa forma, o Face ID tentou reconhecer vários rostos diferentes, e, após falhar um certo número de vezes, teve de pedir a senha. Ou seja: ele fez exatamente o que foi programado para fazer.

O iPhone X chega às lojas dos Estados Unidos em 27 de outubro. Confira aqui mais novidades sobre ele.

Estudante que descobre recurso da calculadora do Iphone viraliza