reprodução

Créditos: reprodução

Site Ashley Madison está dando início a programa de reembolso e abrirá escritório no Brasil

O site de adultério Ashley Madison abrirá um escritório em São Paulo até o final do ano. Com cerca de 850 mil cadastros brasileiros - atrás apenas dos EUA - a rede deve contratar 3 funcionários.

Fundado no Canadá e presente em 25 países, o site está ativo no Brasil desde o ano passado. A operação enfrentou problemas iniciais, incluindo anúncios que envolviam prostituição.

Hoje, mediante o pagamento de R$ 49, o usuário pode entrar em contato com outras 20 pessoas dentro no site, a fim de conseguir uma relação extraconjugal.

Amantes Garantidos

Junto com os planos para o Brasil, o site deu início a um programa de devolução do dinheiro a clientes que não são bem-sucedidos em encontrar um amante por meio da rede.

Chamado Amantes Garantidos, o serviço pode ser solicitado por usuários que, após três meses ou mais de uso e contato com pelo menos 18 outras pessoas dentro da rede, não conseguiram um (a) amante.

O Ashley Madison brasileiro planeja ainda um serviço focado em homens casados que desejem ter relações extraconjugais com pessoas do mesmo sexo. Esse tipo de relacionamento é conhecido nos EUA como “down low”.