A crítica está sustentada por três elementos básicos: a análise, a interpretação e o julgamento. Ainda que tais objetos facilitem a construção dos argumentos, a formulação de uma boa crítica é mais complexa do que parece. Com o intuito de debater sobre a linha de pensamento analítico-opinativa, o Centro Universitário Maria Antonia promove uma semana inteira de debates abertos ao público. De 21 a 25 deste mês, os interessados sobre o tema podem participar do "Atualidade da crítica", com historiadores, críticos, jornalistas e pesquisadores da área de arte e cultura.

As atividades foram organizadas em duas sessões diárias:  as tardes destinadas à apresentação de trabalhos de jovens críticos e pesquisadores, ligados ou não à universidade, e o período noturno, dedicado a conferências. Todos os encontros visam discutir sobre temáticas que vão desde a crítica no Brasil contemporâneo e o intelectual público e artes até a especialização e visão de síntese.

Desde 2010, o trabalho desenvolvido por um grupo de professores resultou na série de encontros que compõem o evento. O intuito é analisar não só a situação atual da crítica de arte e cultura, mas também examinar a formação acadêmica da nova geração de críticos.

Confira a programação completa:

Crítica e atualidade: abertura dos encontros - com Maria Arminda do Nascimento Arruda (Pró-Reitora de Cultura e Extensão Universitária da USP), Moacyr Novaes (FFLCH / Maria Antonia-USP), Adriano Schwartz (EACH / Maria Antonia-USP) e Sônia Salzstein (ECA-USP)
Horário: 19h30

Mário Pedrosa e o grupo neoconcreto - com  Flávio Moura
O modelo de crítica de arte da modernidade e as práticas atuais da escrita - com Thaís Rivitti
Radicalismos à brasileira: João Gilberto e Chico Buarque - com Walter Garcia
Mediação: Guilherme Wisnik
Horário: 16h

A crítica no Brasil contemporâneo - com Wander Melo Miranda e Rodrigo Naves
Mediação: Fernando de Barros e Silva
Horário: 19h30

Jac Leirner: repetição e quantidade - com Carlos Eduardo Riccioppo
Sobre o papel (histórico) da crítica - com Cristian Borges
Transições canceladas: teatro de grupo ou a política dos grupos - com José Fernando de Azevedo
Eduardo Coutinho e os sentidos da crítica - com Raquel Imanishi
Mediação: Heloísa Espada
Horário: 16h

O intelectual público e as artes - com Sophia da Silva Telles e Tales Ab’Saber
Mediação: Eugênio Bucci
Horário: 19h30

Entre destruição e reconstrução - com Eduardo Sterzi
Eduardo Frota, Nuno Ramos: modos de uso da palavra - com Manoel Ricardo de Lima
O texto em delay - com Rafael Vogt Maia Rosa
Transformação, arte e imagens - com Tiago Mesquita
Mediação: Cauê Alves
Horário: 16h

Especialização e visão de síntese - com Alcir Pécora e João Cezar de Castro Rocha
Mediação: Joaquim Toledo Jr.
Horário: 19h30

Transformações da crítica diante da cibercinefilia - com Ângela Prysthon
Crítica: desvios e deslocamentos - com Beth Néspoli
A crítica de arquitetura e da cidade contemporâneas - com Pedro Arantes
A crítica musical entre o consumidor de cultura e os dilemas da performance - Sidney Molina
Mediação: José Augusto Ribeiro
Horário: 16h

Balanço e perspectivas
Horário: 18h30

 

 

Atualidade da crítica: entre a síntese e a complexidade

21 Nov
e
25 Nov

  • diariamente de 21 (Seg) a 25/11 (Sex)
    • às 16:00
    • às 16:00
    • às 16:00
    • às 16:00


21 Nov
a
25 Nov

  • diariamente de 21 (Seg) a 25/11 (Sex)
    • às 16:00

Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
Catraca Livre

21 Nov
e
25 Nov

  • diariamente de 21 (Seg) a 25/11 (Sex)
    • às 16:00
    • às 16:00

Catraca Livre