EM ALTA

MEI tem direito ao seguro-desemprego?

MEI não tem direito ao seguro-desemprego, pois é considerado empresário

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma categoria criada para formalizar pequenos negócios e trabalhadores autônomos no Brasil, oferecendo benefícios e facilidades para a regularização de suas atividades. No entanto, um ponto que gera muitas dúvidas entre os MEIs é a questão do seguro-desemprego. Afinal, quem opta por ser MEI tem direito a esse benefício?

MEI tem direito ao seguro-desemprego?
Créditos: iSTock
MEI tem direito ao seguro-desemprego?

Seguro-desemprego: O que é e quem tem direito?

O seguro-desemprego é um benefício concedido pelo Governo Federal a trabalhadores formais que são demitidos sem justa causa.

Esse auxílio tem como objetivo fornecer uma renda temporária ao trabalhador enquanto ele busca uma nova colocação no mercado de trabalho.

Para ter direito ao seguro-desemprego, o trabalhador precisa atender a uma série de requisitos, como ter sido demitido sem justa causa, ter recebido salários consecutivos nos últimos meses, e ter trabalhado por um período mínimo de tempo com carteira assinada, entre outros.

MEI tem direito a seguro-desemprego?

A resposta é não. O Microempreendedor Individual não tem direito ao seguro-desemprego. Isso ocorre porque o MEI é considerado um empresário e não um empregado.

Como empresário, o MEI não possui vínculo empregatício com uma empresa, o que é uma condição essencial para a concessão do seguro-desemprego.

Além disso, o próprio conceito do MEI implica em que o indivíduo está gerindo o seu próprio negócio, e não atuando como empregado de outra pessoa.

Portanto, a legislação brasileira não prevê o pagamento de seguro-desemprego para quem se enquadra nessa categoria.

Direitos previdenciários do MEI

MEI tem direito ao seguro-desemprego pago pelo INSS?
Créditos: Agência Brasil/Marcello Casal Jr
MEI tem direito ao seguro-desemprego pago pelo INSS?

Embora não tenha direito ao seguro-desemprego, o MEI tem acesso a uma série de benefícios previdenciários ao contribuir para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). As contribuições são realizadas através do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), que é um imposto mensal com valor fixo.

Os principais direitos previdenciários do MEI incluem:

  1. Aposentadoria por Idade: O MEI tem direito a se aposentar por idade, desde que cumpra os requisitos de tempo de contribuição (mínimo de 180 meses) e idade mínima (65 anos para homens e 62 anos para mulheres).
  2. Aposentadoria por Invalidez: Caso o MEI fique permanentemente incapacitado para o trabalho, ele pode solicitar a aposentadoria por invalidez, desde que tenha cumprido a carência mínima de 12 meses de contribuição.
  3. Auxílio-Doença: Em situações de incapacidade temporária para o trabalho por motivos de doença ou acidente, o MEI pode receber o auxílio-doença, após cumprir a carência mínima de 12 meses de contribuição.
  4. Salário-Maternidade: As mulheres MEIs têm direito ao salário-maternidade, que é um benefício pago durante 120 dias, a partir do parto ou adoção. É necessário ter contribuído por pelo menos 10 meses.
  5. Pensão por Morte: Em caso de falecimento do MEI, seus dependentes têm direito à pensão por morte, desde que o MEI tenha contribuído regularmente para o INSS.
  6. Auxílio-Reclusão: Os dependentes do MEI também podem receber o auxílio-reclusão, caso o MEI esteja preso em regime fechado ou semiaberto e tenha contribuído regularmente.