Espalhe muito afeto nos seus ambientes com os perfumes para casa da Realindo

Espalhe muito afeto nos seus ambientes com os perfumes para casa da Realindo

Artesanal Decoração

Espalhe muito afeto nos seus ambientes com os perfumes para casa da Realindo

Artesanal Decoração

Marca artesanal desenvolve aromas a partir das lembranças mais carinhosas de seu fundador Bruno Dalto

Publieditorial

E se você pudesse eternizar as lembranças das pessoas mais queridas por meio de aromas especiais? O arquiteto Bruno Dalto encara esse desafio todos os dias quando desenvolve os perfumes para os ambientes de casa da Realindo.

A marca artesanal existe desde 2013 e nasceu com o propósito de gerar conexões inesperadas entre as pessoas. Tudo começou com um desejo desse artesão de reconstruir uma memória do avô paterno, alguém que ele não conheceu e de quem pouco se falava na família.

Crédito: Divulgação“Eu tinha essa história comigo e sempre quis escrevê-la de alguma forma. Os perfumes vieram como uma maneira de registrar isso”, explica o arquiteto Bruno Dalto da Realindo
Catraca Livre e Eisenbahn uniram forças para criar o Guia Artesanal, um roteiro que valoriza um estilo de vida calcado no fazer, com atenção e paixão em cada detalhe.

“Eu tinha essa história comigo e sempre quis escrevê-la de alguma forma. Os perfumes vieram como uma maneira de registrar isso”. Assim, o avô não só emprestou seu nome à marca como batizou a primeira fragrância da Realindo.

Para resgatar essa figura tão importante para ele, Dalto buscou um cheiro refrescante, que remetesse bastante à natureza, à chuva e ao mato pisado e molhado.

Esse efeito mágico foi conquistado pela mistura de mate verde, algumas ervas especiais e um fundo âmbar. Segundo o artesão, há quem sinta também notas de alecrim, tangerina e laranja.

O grande desafio do empreendedor é transmitir esse mesmo afeto para os seus clientes, já que o campo dos aromas e das lembranças é bem subjetivo.

Crédito: DivulgaçãoRealindo e Jacira são fragrâncias inspiradas nas memórias afetivas do arquiteto Bruno Dalto

“Todas as minhas fragrâncias são inspiradas em pessoas importantes para mim. Como o mundo é essencialmente imagético, é muito difícil fazer os clientes entenderem os cheiros e realmente se conectarem com todo aquele sentimento que quero passar”, comenta.

Um Processo Intuitivo

Produzir o perfume ideal envolve um processo bastante intuitivo. “Tudo começa com uma proposta. Você pode partir de uma referência ou então misturar materiais que você acha interessantes. E essa ideia pode nascer de vários cheiros testados e descartados”, acrescenta.

Basicamente, um perfume contém óleo – composto por dezenas de ingredientes e responsável pelo aroma -, álcool e água. Depois de misturados, esses elementos precisam descansar um tempo para realmente se conectarem, tornando-se uma substância homogênea.

É química pura! Por isso, Dalto utiliza instrumentos típicos de um laboratório, como becker, espátulas e conta gotas.

Crédito: @renatacechinel | Reprodução Instragram | Divulgação“Nem sempre eu tenho um perfume muito específico em mente. Quando ele aparece, eu penso é esse! Tenho várias ideias que ainda não consegui materializar”, conta Bruno

Por ser um processo complexo, o tempo de criação de uma fragrância pode variar bastante. E não é incomum o resultado não atingir a expectativa. Mas é justamente esse fator inesperado que encanta o arquiteto.

“Nem sempre eu tenho um perfume muito específico em mente. Quando ele aparece, eu penso é esse! Tenho várias ideias que ainda não consegui materializar”, conta Bruno.

Para garantir um trabalho de qualidade, o artesão procura se manter atualizado, ao buscar novas referências, ler muito sobre a área e conhecer profundamente os fornecedores e materiais.

Foi assim, fazendo tudo com muito cuidado e paixão, que a Realindo expandiu e passou a estar presente até em lojas de decoração. Atualmente, a marca conta com quatro perfumes para casa nos formatos spray, difusor e vela.


Artesanal Decoração