Últimas notícias:

Loading...

Cantor Leonardo come fruta perigosa e é socorrido pelo filho

Sertanejo ficou com espinhos na língua depois de comer pequi, fruta típica do cerrado

Por: Redação

O cantor Leonardo levou um susto na noite da última quinta-feira. O sertanejo ficou com espinhos na língua depois de comer pequi, fruta típica do cerrado brasileiro.

O cantor foi socorrido pelo filho Zé Felipe, que ajudou o pai a tirar os espinhos da boca com auxílio de uma pinça, que depois brincou com a situação nas redes sociais.

Crédito: Reprodução/InstagramCantor Leonardo é socorrido pelo filho após comer pegui

“Foi comer o pequi e mordeu o caroço”, escreveu Zé Felipe ao compartilhar um vídeo no Instagram.

Como prestar socorro em casos de engasgo

O engasgo é considerado uma emergência, e em casos graves, pode levar a pessoa à morte por asfixia ou deixá-la inconsciente por um tempo. Sendo assim, agir rapidamente evita complicações.

Seguem instruções do Ministério da Saúde para agir em caso de engasgo por corpo estranho:

Manobra de Heimlich

Posicione-se por trás e enlace a vítima com os braços ao redor do abdome (se for uma criança, ajoelhe-se primeiro), caso ela esteja consciente. Uma das mãos permanece fechada sobre a chamada “boca do estômago” (região epigástrica). A outra mão comprime a primeira, ao mesmo tempo em que empurra a “boca do estômago” para dentro e para cima, como se quisesse levantar a vítima do chão.

Faça movimentos de compressão para dentro e para cima (como uma letra “J”), até que a vítima elimine o corpo estranho.

Como agir em caso de engasgo em bebês

Coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos.

Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência (pronto socorro ou hospital). Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes.

Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.

Compartilhe: