Humorista Jotinha morre após complicações do coronavírus

Ele estava internado em um hospital na Bahia, mas a situação agravou e ele não resistiu

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Morreu  aos 52 anos na noite desta quinta-feira, 5, o humorista José Luiz Almeida da Silva, mais conhecido como Jotinha. Ele era famoso por causa dos áudios do WhatsApp que viralizaram nas redes sociais. Jotinha estava internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital Incar, em Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo Baiano, Bahia.

Humorista Jotinha morre após complicações do coronavírus
Crédito: Reprodução/InstagramHumorista Jotinha morre após complicações do coronavírus

No boletim médico mais atual, divulgado pouco antes da confirmação do óbito, o hospital tinha informado que o humorista seguia “recebendo suporte clínico com ventilação mecânica invasiva, uso de medicações para manter a circulação sanguínea adequada e suporte de hemodiálise para compensar a perda de função renal”.

Ele já foi locutor esportivo e ficou nacionalmente conhecido através dos áudios em que “gongava” clubes de futebol, principalmente o seu time, o Bahia.

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, lamentou a morte de Jotinha em na rede social: “É com muito pesar que recebi a notícia do falecimento do nosso Jotinha de falência de múltiplos órgãos, ocorrido há pouco, em consequência da Covid-19. Meus sentimentos à família enlutada e a todos que o admiravam”.

O Bahia, time de Jotinha, publicou uma mensagem homenageando seu antigo torcedor: “Alegria, simplicidade e baianidade. Ele era tudo isso e muito mais. Não à toa foi a voz, a cara e o espírito do Esquadrão. Jotinha representa a beleza da nossa gente. A beleza do interior da Bahia. O bom humor que não arreda o pé. O sorriso que cura a dor. Boa viagem, Papá”.

O rival do Bahia, Vitória, se solidarizou com o clube e também se despediu de Jotinha: “O Esporte Clube Vitória deixa a rivalidade de lado e lamenta o falecimento do humorista baiano Jotinha. Nossos sentimentos à família, amigos e fãs. Vá em paz, papá!”

Compartilhe: