Vídeo mostra PMs socorrendo recém-nascida engasgada no interior de SP

Policiais fizeram massagem cardíaca e respiração boca a boca na criança; caso ocorreu em São Roque

Por: Redação

Uma equipe de policiais militares salvou uma bebê recém-nascida que estava engasgada. O caso ocorreu na última terça-feira, 28, em São Roque, no interior de São Paulo.

Nas imagens, publicadas pelo G1, é possível ver que a criança chora por alguns instantes e para. Um dos PMs faz a massagem cardíaca na criança e em seguida respiração boca a boca. A bebê volta a chorar e a se mexer. Assista aqui.

Crédito: Reprodução/TVPoliciais ajudam a salvar bebê engasgada em São Roque, no interior de São Paulo

O procedimento foi feito várias vezes antes da equipe levar a recém-nascida para o hospital.

De acordo com a PM, os policiais faziam patrulhamento pelo bairro Planalto Verde quando se depararam com um homem desesperado carregando uma bebê desacordada.

A bebê passa bem, mas segue internada em observação na Santa Casa da cidade.

Casos de engasgo

O engasgo é considerado uma emergência e, em casos graves, pode levar a pessoa à morte por asfixia ou deixá-la inconsciente por um tempo. Em casos de asfixia por obstrução de vias aéreas, danos cerebrais permanentes podem ocorrer já a partir do quarto minuto, e o óbito em torno de 10 minutos. Nessa situação, prestar os primeiros socorros antes da chegada do serviço de emergência pode fazer a diferença na hora de salvar uma vida.

De acordo com os dados do Ministério da Saúde, a sufocação e o engasgamento são a terceira principal causa de morte acidental de crianças e adolescentes de zero a 14 anos no Brasil.

Dicas de prevenção

O site da ONG Criança Segura reúne algumas orientações e dicas para prevenir engasgamento e asfixia. Confira algumas:

Engasgo por alimento

  • Corte os alimentos em pedaços bem pequenos na hora de alimentar a criança;
  • Não dê alimentos redondos e duros, como uvas, pipoca, cenoura crua e nozes para crianças;
  • Ensine a criança a comer sentada e com a boca fechada. Isso ajudará a prevenir que a criança tente falar e comer ao mesmo tempo;

Momento de dormir

  • Use berços certificados pelo Inmetro e que sigam as normas de segurança da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas);
  • Verifique se as grades de proteção do berço estão fixas e se a distância entre elas não é maior do que 6 cm;
  • Bebês devem dormir em colchão firme, de barriga para cima, cobertos até a altura do peito com lençol ou manta presos embaixo do colchão e os bracinhos para fora. O colchão deve estar bem preso ao berço (não mais que dois dedos de espaço entre o berço e o colchão) e sem qualquer embalagem plástica;
  • Remova do berço todos os brinquedos, travesseiros, cobertores, protetor de berço e qualquer outro objeto macio quando o bebê estiver dormindo. Isso ajuda a reduzir o risco de asfixia;
  • Adultos devem evitar dormir com bebês. Caso escolham dividir a cama, devem tomar precauções especiais, que incluem a remoção de travesseiros, edredons e qualquer outra roupa de cama macia. Devem, também, evitar o uso de bebidas alcoólicas.

Compartilhe: