Parque Nacional da Chapada projeta educação ambiental do público

Iniciativa privada passa a cuidar dos espaços frequentados por visitantes com o intuito de fomentar o turismo responsável no lugar

Por: Redação Comunicar erro

Quem não gosta de passear no parque? Mas a diversão também requer responsabilidade. Afinal, o que é de todos deve ser cuidado por todos. Seguindo essa lógica, uma nova parceria vai dar uma força na missão de conservar um reduto ambiental no nordeste do Estado de Goiás: o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros.

No Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, a gestão do uso público passa a ser privada
Crédito: Marcelo Camargo/Agência BrasilNo Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, a gestão do uso público passa a ser privada

Em dezembro, foi assinado o contrato de concessão da gestão do uso público do parque. Antes realizada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), essa administração agora será de responsabilidade de duas empresas privadas.

São elas a Parquetur Participações, especializada na gestão de parques, e a Socicam Terminais Rodoviários e Representações, que gerencia terminais de passageiros e atendimento ao cidadão.

O compromisso dessas companhias é o de propiciar melhorias nas estruturas de uso público do Parque Nacional da Chapada. Com elas, o governo pretende estimular o turismo de aventura e ecológico no local. A concessão é de 20 anos.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

O projeto no parque passará por um conceito-chave: o de educação ambiental. É o que diz Claudio Pádua, sócio da Parquetur. “Esse princípio vai guiar tudo o que fizermos por lá”, afirma.

A ideia é “criar ações de incentivo para que os visitantes saibam do valor do espaço que estarão frequentando”, diz Pádua.

Assim, a iniciativa privada ficará responsável pela manutenção e pela limpeza das estruturas. Também estarão entre suas atribuições o controle de acesso ao parque, a recepção de visitantes, a venda de ingressos e o gerenciamento da alimentação e da loja de conveniência.

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros envolve uma área de 240.586,56 hectares de cerrado. A Parquetur e a Socicam deverão investir R$ 14 milhões em sua gestão.

“Ele já é um parque muito bom, mas ainda podemos melhorá-lo bastante”, afirma Pádua, que também é conselheiro da ONG Ipê – Instituto de Pesquisas Ecológicas, especializada em pesquisa científica e inovação socioambiental.

Leia também: Biogás de restos de peixe é substituto de combustível fóssil em navios

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis

Compartilhe: