‘Não é Não’ lança cartilha contra assédio no Carnaval

Veja como baixar o manual do coletivo

Por: Não é Não
tatuagem não é não
Crédito: Reprodução / InstagramColetivo distribui tatuagens temporárias com a mensagem: “Não é Não”

O Não é Não é um coletivo de mulheres criado em 2017, que discute e visa combater o assédio em espaços públicos. Através da distribuição de tatuagens temporárias criamos uma rede de apoio entre mulheres que também fomenta o debate sobre o assunto. Ocupamos e realizamos projetos de conscientização nos espaços públicos, empresas, escolas e universidades repetindo a frase que parece óbvia, mas que ainda precisa ser repetida: Não é Não!

Em 2019, estamos nas cinco regiões do Brasil, ocupando os maiores Carnavais do país, firmando parcerias com blocos, empresas, coletivos combatendo o assédio sexual no Carnaval e buscando criar espaços mais seguros para as mulheres.

Como forma de alcançar esse objetivo, o núcleo do Não é Não em Minas Gerais, encabeçado pela Luiza Alana, criou uma cartilha contra o assédio. A ideia é que esse material apoie blocos e foliões com informações sobre como lidar em situações de violência contra a mulher. O material conta com sugestões de ações e combinados, além também de contatos de delegacias da mulher.

Para baixar o arquivo, é só clicar neste link.

Posted by Não é Não on Wednesday, February 27, 2019

Todos os conteúdos da campanha #CarnavalSemAssédio são apoiados oficialmente pela 99.

Compartilhe: