10 maneiras de incentivar o seu gato a beber mais água

Nem todos os tutores sabem, mas baixa ingestão hídrica pode trazer sérias consequências para a saúde dos felinos

Por: Redação

Diferentemente dos cachorros, os gatos não são lá tão chegados em beber água. Porém, essa característica dos felinos exige uma atenção redobrada porque eles tendem a ingerir uma quantidade menor do que a ideal. Com isso, ficam propensos a sofrer de insuficiência renal, cálculos urinários, além de desidratação e outros problemas de saúde.

Mas como saber a quantidade ideal que deve ser ingerida pelo gatinho diariamente?

Segundo a veterinária Luciana Capirazzo, especialista clínica de felinos do Hospital Vet Popular, essa quantidade varia de acordo com o peso do animal. Ela explica que, de modo geral, os felinos precisam em torno de 50 a 60 ml/kg de água diariamente. “Ou seja, um gato de 4kg deve ingerir de 200 a 240ml por dia”, exemplifica a médica.

Essa quantidade ainda pode variar de acordo com a alimentação do felino. Aqueles que seguem uma dieta apenas com ração seca devem beber mais água porque esse tipo de alimento contém apenas 10% de umidade.

gato bebendo água na torneira
Crédito: Phant/istockGatos devem beber de 50 a 60 ml de água a cada kg de peso

Já os que se alimentam de ração seca e úmida (patês e sachês) possuem uma necessidade menor.  “Se comparado ao alimento seco, o alimento úmido auxilia o complemento da ingestão hídrica diária, por isso, devemos procurar sempre complementar a ração seca com a úmida de boa qualidade, que possui níveis de sódio dentro do ideal”, afirma a especialista.

Ainda com relação à alimentação, Luciana destaca que cada animal exige um cuidado específico, portanto, o acompanhamento médico nutricional é extremamente importante.

Dicas para aumentar a ingestão de água entre os felinos:

Apesar de este ser um assunto já amplamente abordado, muitos tutores ainda desconhecem a necessidade de incentivar o gatinho a beber mais água diariamente. Não basta apenas dispor de um vasilhame e deixá-lo no local de sempre, é preciso adotar algumas estratégias. Reunimos aqui medidas simples que podem ajudar.

1.Distribua vários potes de água em diferentes locais da casa

Se você tiver pote de água apenas em um lugar da casa, na área de serviço, por exemplo, o gato pode ficar desencorajado a ir beber água quando estiver em outro cômodo. Por isso, os veterinários aconselham espalhar vasilhames e bebedouros por vários locais. Isso o fará lembrar-se de beber água com mais frequência.

2. Mantenha o pote de água longe do de comida

Há uma verdade sobre os felinos: eles são exigentes! E não se sabe a razão, mas eles preferem beber água longe de onde se alimentam. Por isso, é aconselhável manter certa distância entre os potes.

3. Invista em uma fonte de água

gato bebendo água na fonte elétrica
Crédito: Lightspruch/istockFontes elétricas especiais para gatos estimulam um consumo maior de água

É bem provável que seu gatinho já tenha corrido para pia do banheiro ao ver você abrir a torneira. Isso acontece porque eles adoram água corrente. Em vez de deixar a água correr à vontade, considere a compra de uma fonte elétrica.  A veterinária Luciana Capirazzo, no entanto, alerta: “Nunca use fontes decorativas, apenas fontes próprias para pets”.

4. Acrescente ração úmida na alimentação do gato

Sachês ou patês são interessantes porque proporcionam mais hidratação. E ainda é possível melhorar a ingestão hídrica, acrescentando mais água a esse alimento antes de oferecer ao seu amigo. Mas fique atento ao rótulo na hora de escolher o sachê. Quando se trata de alimentação, vale a pena gastar um pouco mais e preferir aquela opção com os menores níveis de sódio.

5. Considere umedecer a ração do seu gato

É sempre importante conversar com um veterinário sobre qualquer mudança na dieta do seu animalzinho, mas uma boa dica, que pode funcionar, é oferecer ração com um pouco de água morna a ele. A indicação é usar a proporção de 3 partes de alimento para 1 parte igual de água. Em casos de sobras, não deixe no pote por muito tempo, descarte após, no máximo, meia hora.

Vale dizer que nem todos os felinos gostam dessa opção.  Também é importante saber que oferta de alimento umedecido não descarta a necessidade de deixar água fresca e potável sempre à disposição do animal.

6. Aposte em recipientes de materiais e formatos diferentes

gato bebendo água no pote de boca larga
Crédito: Fotoco/istockPotes largos são os ideais para comportar a água do gatinho

Gatinhos costumam ter um pote preferido. Então, é interessante investir em diferentes materiais até acertar o ideal para ele: inox, vidro, barro ou cerâmica. E também testar formatos de potes mais fundos e mais rasos. As vasilhas precisam ser largas, pois eles não gostam de encostar seus bigodes nas bordas.

7. Troque sempre a água para deixá-la mais fresca possível

Faça isso pelo menos uma vez ao dia para deixar a água mais atrativa ao gato. Antes de trocá-la, aproveite para lavar o pote.

8. Coloque pedrinhas de gelo na água

Em dias mais quentes, coloque pedras de gelo na água. Além de mantê-la fresquinha por um tempo, pode despertar a curiosidade do bichinho.

9. Ofereça água saborizada

Uma boa ideia é oferecer, de vez em quando, água com caldo natural de peixe ou carne sem temperos.  Nesse caso, a troca desta água deverá ser feita mais vezes do que o de costume.

10. Coloque um espelho embaixo do pote d’água

Outro bom truque é utilizar potes de vidro transparentes ou translúcidos e colocar um espelho debaixo deles, imitando os espelhos d’água presentes na natureza.

Este conteúdo é apoiado pelo Carrefour, que – em parceria com a AMPARA Animal  e outras ONGs – está organizando uma série de ações em prol dos animais em todo o país. São mutirões de castração, eventos de adoções em suas lojas, além de treinamento, capacitação e sensibilização dos funcionários e prestadores de serviço da companhia.

Compartilhe: