Campanha alerta: poucas meninas frequentam escolas africanas

Por: Redação

Uma campanha diferente da organização internacional One.org quer chamar a atenção para o fato de que poucas meninas frequentam as escolas africanas.

Campanha alerta: poucas meninas frequentam escolas africanas

A ação 9countries leva a um teste para verificar quão bem o público conhece a geografia da África. As questões exploram a localização de nove países do continente.

“Dificilmente alguém pode identificar corretamente os nove países africanos a seguir em um mapa. Vamos descobrir se você pertence a esse exclusivo grupo”, desafia a campanha, antes do início do teste.

Campanha alerta para o problema da educação na África

Depois que o teste é feito, a seguinte mensagem surge: “Fato rápido enquanto você está esperando por seus resultados: esses são nove dos países mais difíceis do mundo para que uma garota consiga educação. Em média, as mulheres desses países passam menos de dois anos de suas vidas na escola. Isso não é aceitável. Você vai assinar nossa petição e se juntar à luta para mudar isso?”.

Dois botões aparecem para que a pessoa colabore ou não com a campanha, que acompanha a seguinte mensagem: “Caros líderes mundiais, 130 milhões de garotas estão fora da escola –isso é uma crise e nós precisamos agir. Por favor, financie totalmente a Parceria Global para a Educação como parte da solução, para que isso possa ajudar milhões de meninas nos países mais pobres a obter a educação que merecem”.

Compartilhe: