Famílias retiradas de lixão em PE ganham casa, comida e trabalho

Onze pessoas foram transferidas para casas alugadas pela Prefeitura de Floresta

Por: Redação Comunicar erro

Parte das famílias que moravam em um lixão na cidade de Floresta, no interior de Pernambuco, começaram a ter uma vida um pouco mais digna.

Onze pessoas foram transferidas para casas alugadas pela prefeitura, após a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público de Pernambuco, que ainda determina prazo para saída dos demais moradores e uma série de medidas para garantir os direitos básicos deles.

Crédito: Marcus Antonius/FPI-PEA catadora Fabiana da Silva foi uma das pessoas que moravam no lixão de Floresta (PE)

Há cerca de duas semanas, uma ação do programa de Fiscalização Preventiva Integrada da Bacia do São Francisco em Pernambuco (FPI/PE) flagrou 50 pessoas, dentre elas 30 crianças, morando no lixão.

A Prefeitura de Floresta pagará o aluguel social para as famílias por um ano. Além da moradia digna, as famílias também ganharam moveis, eletrodomésticos e outros utensílios. O material foi arrecadado por meio de uma grande campanha realizada pelos integrantes da FPI, que reúne mais de 20 entidades e órgãos públicos.

Crédito: Marcus Antonius/FPI-PEFiscalização flagrou 50 pessoas morando no lixão da cidade de Floresta, no interior de Pernambuco

Uma mobilização foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas redes sociais, como forma de celebrar o Dia do PRF e os 91 anos do órgão. Ao todo, foram angariados R$ 60 mil que permitiram adquirir fogões, geladeiras, colchões, ventiladores, guarda-roupas, mesas, cadeiras, panelas, filtros, lençóis, toalhas, kits de higiene, cestas básicas e EPIs.

A prefeitura ainda vai distribuir cestas básicas para alimentação dessas famílias por seis meses, assegurar apoio com equipamentos de proteção individual e fardamento para que realizem a coleta de modo mais seguro.

A presença de crianças na área do lixão será proibida por meio de controle de acesso ao local.

Compartilhe: