Gosto musical revela como alguém pensa, aponta estudo

Por: Redação Comunicar erro

Segundo pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, o gosto musical de uma pessoa pode ajudar a revelar como ela pensa e vice-versa. O estudo apontou, por exemplo, que pessoas empáticas, que têm maior capacidade de se identificar com as outras, preferem ouvir músicas mais suaves.

Já ouvintes mais sistemáticos, aqueles que procuram analisar padrões, costumam escutar mais punk e heavy metal, além de músicas mais complexas. Os pesquisadores acrescentam que o estudo pode ter implicações para a indústria musical.

Para chegar a esses resultados, os participantes da pesquisa tiveram de preencher questionários com afirmações desenhadas para investigar se eram mais “empáticos” ou “sistemáticos”. Eles diziam, por exemplo, se tinham interesse por design e construção de motores de carro, e se eram bons em prever o sentimento das pessoas.

Depois disso, os participantes foram submetidos a 50 trechos curtos de músicas, de 26 estilos diferentes, e tiveram que dar notas de um a dez para cada trecho. Pessoas com alto índice de empatia tiveram maior inclinação a gêneros como R&B, soft rock e folk. Já aqueles que se aproximavam do perfil sistemático gostaram mais de estilos como jazz contemporâneo e heavy metal.

De acordo com um dos idealizadores do estudo, David Greenberg, esses achados podem ser úteis à indústria da música. “No Spotify e na Apple Music, por exemplo, há muito dinheiro sendo gasto com algoritmos para escolher quais músicas você deverá gostar”, afirmou. “E entendendo o estilo de pensamento de determinada pessoa, tais serviços poderão no futuro alinhar suas recomendações musicais a esses padrões”, finalizou Greenberg.

Via CMais

Compartilhe: