Projeto no Rio facilita banho de mar de pessoas com deficiência

Por: Redação

Sete anos depois de sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) que afetou sua mobilidade, Dimas da Silva voltou a sentir, recentemente, o prazer de um banho de mar. Ele foi um dos atendidos pelo projeto Praia para Todos, que acontece nas praias de Copacabana e da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. “Foi excelente, ótimo mesmo”, disse Dimas, depois de sair do mar.

A ideia de levá-lo à praia foi da mulher, Wilma da Silva, na tentativa de diminuir o impacto que o sofrimento da doença causou ao aposentado. “Com certeza foi um presente porque ele sempre gostou do mar. Ele está há sete anos muito deprimido”, contou.

Com apoio de patrocinadores, o projeto integra pessoas com deficiência e de baixa mobilidade à natureza e ao esporte. O sonho é tornar o banho de mar uma atividade simples e acessível a todas as pessoas, diz a coordenadora Camila Vasconcellos. Nos pontos de atividades, os participantes podem fazer gratuitamente stand up padlle (SUP), participar de competições de vôlei sentado e de futebol de areia.

“É uma forma de proporcionar à pessoa com limitação uma assistência. As atividades melhoram a postura, o equilíbrio, além (de promover) o bem-estar dentro da água”, disse.

O Praia para Todos atende cerca de 50 pessoas por dia entre as 9h e as 14h e conta com profissionais de educação física e fisioterapeutas. Os profissionais ficarão em Copacabana, entre os postos 5 e 6, e na Barra, próximo ao Posto 3, até 17 de maio.

Via Agência Brasil

Compartilhe: