Carioca pede torre de captação de água de presente

Por: Redação Comunicar erro

O jornalista carioca Vetrô Vetromille, que mora em Minas Gerais, está fazendo 32 anos neste mês e pediu um presente bem original: uma torre de captação de água.

Torre de captação de água

É isso mesmo. Ele criou uma campanha no site de financiamento coletivo Catarse a fim de reunir R$ 4.500 para colocar o projeto em prática, dos quais foram arrecadados mais de R$ 1.200 em 12 dias.

A torre condensa umidade da atmosfera e guarda em um reservatório. “Acredito na importância dessa tecnologia para o futuro próximo”, relata o criador da campanha. “Penso que, nos próximos anos, o acesso à água potável se tornará um problema cada vez mais presente.”

Segundo a página no Catarse, a torre pesa no máximo 80 kg e tem capacidade para produzir uma média de 100 litros de água por dia ao longo de um ano. Ela tem custo acessível e é pensada para uma situação de privação de energia elétrica.

Quem concebeu a ideia da torre foi a fundação Warka Water. A tradução do projeto para o Brasil seria do escritório Ar.teliê.

O terreno para a construção foi cedido por Fabíola Rodrigues e sua família. Ela também representa o escritório da Baquara, assessoria em projetos e ações educativas em artes visuais. Outro apoiador é o Kron (Grupo de Pesquisa em Arte Digital).

Torre de captação de água

“As ações para a construção da torre já estão em andamento. No mês de abril, o projeto foi desenhado e os bambus já foram adquiridos”, explica a página.

Vetromille diz que, nos próximos dias 27 e 28, um workshop internacional de arquitetura ajudará a criar as peças. “Nessa ocasião, construiremos a base e a segunda maior peça da estrutura.”

O cronograma segue nas duas primeiras semanas de junho, quando planeja-se adquirir as peças de montagem do reservatório. Um mutirão em Belo Horizonte tem como meta montar as duas peças da parte superior.

“Nosso trabalho culmina no feriado de Corpus Christi [15 a 18 de junho], quando levantaremos toda a estrutura”, relata a campanha.

Caso queira apoiar a ideia, clique aqui.

Compartilhe: