Para ver no 8 de Março: 12 filmes sobre mulheres inspiradoras

Por: Redação

O Dia internacional das Mulheres está chegando e diversos debates e atos acontecerão para unir ainda mais as mulheres do mundo todo, dando voz para a luta por igualdade de direitos. A força das mulheres nunca deve ser subestimada, como é possível ver em alguns desses fantásticos filmes que listamos abaixo.

De comédias a histórias reais, de princesas da Disney a esportistas de sucesso: o cinema pode ajudar a entender a luta das mulheres

Para já ir entrando no clima, prepare a TV e a pipoca e chame os amigos para assistir neste final de semana. Muitos deles estão disponíveis em serviços de streaming, que podem ser vistos direto das smart TVs.

“Uma Equipe Muito Especial” (1992)
Em inglês: “A League of Their Own”

Uma história sobre mulheres de vários tipos de vida reunidas em um time de basquete durante a Segunda Guerra Mundial. O filme nos relembra que, mesmo que você trabalhe em algum lugar dominado por homens, você pode ainda desafiar expectativas e alcançar grandes coisas. Se você está lutando por uma promoção ou por um aumento de salário no trabalho, você precisa assisti-lo.

“Matilda” (1996)
Em inglês: “Matilda”

“Matilda” é um dos primeiros ícones feministas que muitas crianças conheceram. E não é porque ela – a Matilda – fala muito sobre o feminismo, mas porque ela mesma representa alguns aspectos disso. Matilda ensina às crianças ao seu redor que mulheres podem ser fortes e inteligentes assim como poderosas. A coisa mais importante é acreditar em si mesma.

“O Clube das Desquitadas” (1996)
Em inglês: “The First Wives’ Club”

Três amigas se reúnem depois da morte de uma outra amiga e de seus maridos tê-las trocado por mulheres mais novas. Ao contrário do que a opinião comum espera, elas não querem se vingar. O que buscam é apenas felicidade e realização, provando que você não precisa de um homem para ter sua vida realizada.

“Mulan” (1998)
Em inglês: “Mulan”

“Mulan” é uma das primeiras princesas da Disney a mostrar uma inspiradora líder feminina que não aceita a vinda de um príncipe para “resgatá-la”. Se você nunca assistiu a esse filme quando era criança, nós recomendamos que assista! A luta de Mulan contra os estereótipos femininos e a força da personagem é tão relevante hoje como foi na época.

“Erin Brockovich – Uma Mulher de Talento” (2000)
Em inglês: “Erin Brockovich”

Quem poderia esquecer a história real de Erin Brockovich? Uma mãe solo que investiga um imenso caso ambiental com as próprias mãos. Encenada por Julia Roberts, é uma história sobre tenacidade, direção e sobre não ser intimidada por pessoas ao seu redor.

“Driblando o destino” (2002)
Em inglês: “Bend it like Beckham”

A ideia que mulheres não devem jogar futebol é modificada na cabeça da atriz britânica Parminder Nagra neste filme sobre amizade, cultura e expectativas familiares. Não são somente duas fantásticas esportistas mulheres e grandes amigas, elas também lutam contra os estereótipos femininos que existem desde a infância. Uma grande história de amor para assistir com as crianças.

“Kill Bill v.2” (2004)
Em inglês: “Kill Bill v.2”

Para além da ideia de vingança, Beatriz Kiddo espera terminar o que ela começou na segunda parte de Kill Bill, uma história de Quentin Tarantino. Sua força e sua determinação para recomeçar sua via ao lado de sua filha fazem desse filme uma inspiração para você levantar e lutar por um desafio.

“A Princesa e o Sapo” (2009)
Em inglês: “The Princess and the frog”

O que faz os filmes de princesas da Disney tão bons é que eles ressoam algo da sociedade moderna. Claro, Tiana quer encontrar alguém que a faça feliz, mas o que ela não faz – ou a história – é focar somente nisso. Tiana tem um sonho maior, de crescer e ter seu próprio restaurante usando receitas tradicionais da família que seu pai lhe ensinou. Ela vai adiante e faz seu sonho acontecer em seus próprios termos, não dependendo de ninguém mais para isso. É uma  história sobre ter objetivos e alcançá-los.

“Livre” (2014)
Em inglês: “Wild”

“Wild” conta a história de Cheryl Strayed, uma imprudente viciada em heroína traumatizada pela morte da sua mãe e pelo colapso do seu casamento. Chegando nessa junção de fatores que parecem ser o fim, ela junta suas forças e decide caminhar pela Pacific Crest Trail, que possui mais de mil milhas, sob nenhum efeito de drogas. Uma história que explora a ideia figurativa que você tem que ir na direção na dor para tirá-la, é um excelente filme para assistir se você está passando por um mau momento e precisa de inspiração para passar por isso.

“Mad Max: Estrada de Fúria (2015)”
Em inglês: “Mad Max: Fury Road”

Um apaixonante filme sobre lutar pelo que você acredita. “Mad Max: Fury Road” tem a atriz Charlize Theron no papel da imperadora Furiosa, que, em um cenário pós-apocalíptico, luta para libertar um grupo de mulheres e voltar com elas para sua terra natal. Personagem forte e determinada que serve de inspiração para todos.

“As sufragistas” (2015)
Em inglês: “Suffragette”

Considerando que o movimento pelo sufrágio aconteceu 100 anos atrás, é incrível que esse filme não tivesse sido feito até 2015. Ele segue a história de uma jovem mulher que escolhe lutar pelo movimento após se irritar com as injustiças sofridas pelas mulheres no começo do século 20. “Suffragette” vai fazer você se orgulhar de ser uma mulher e grata por aquelas que lutaram pelos direitos que nós possuímos hoje.

Rainha de Katwe (2016)
Em inglês: Queen of Katwe

“Queen of Katwe” conta a história de Phiona, uma menina criada em Katwe, uma favela na Uganda, que é introduzida no jogo de xadrez e se torna um prodígio, indo competir em eventos nacionais. Esse filme mostra quão poderosa e determinada uma jovem mulher pode ser e quão forte o peso da família e da comunidade podem ajudar a conquistar coisas fenomenais. A melhor parte do filme? É uma história real.

Por Aileen Rosik

Compartilhe:

Tags:#Cinema