Cachorros ajudam a tratar crianças com câncer

Por: Redação

O projeto Amicão, dirigido por Angela Borges, e 56 anos, e Luci Lafusa, de 60, começou há nove anos. O objetivo é fazer com que cachorros interajam com crianças diagnosticadas com câncer e suas famílias em cinco hospitais especializados em São Paulo.

Um estudo realizado pela Academia Americana de Pediatria, publicado esta semana na revista ‘Science’, comprova a efetividade do projeto voluntário. Para isso, os pesquisadores recolheram dados de pressão sanguínea, frequência de batimentos e nível de ansiedade em crianças antes e depois de elas receberem a visita de ‘cães terapeutas’.

Arquivo pessoal
Estudo comprova a efetividade do projeto voluntário

Foi concluído que os pacientes que participaram da chamada ‘Terapia Assistida com Animais (TAA)’ permaneceram com quadros mais estáveis do que aqueles que não optaram pelo tratamento alternativo.

Foi analisado o comportamento do organismo de 68 crianças e adolescentes entre 3 e 17 anos diagnosticadas com câncer. Do total, 39 realizou terapia com animais e 29 não. Além de melhorar o estado das crianças, a terapia com cães ajudou a diminuir os níveis de ansiedade do parentes que acompanhavam as terapias.

Divulgação/Amicão
Os cahcorros ajudam no tratamento de crianças com câncer em São Paulo

Compartilhe: