Quem Inova
Quem Inova
Quem Inova
Quem Inova

Quem Inova

Empresa suíça quer implantar fazendas urbanas em São Paulo

Por: Redação

Por Lidi Ferreira, da ProjectHub

Em uma cidade extremamente populosa e urbanizada como São Paulo, fica difícil imaginar espaços para o cultivo de alimentos naturais. Que tal, então, usar os topos dos edifícios como fazendas urbanas? Essa é a ideia da empresa suíça Urban Farmers, que já atua em países como Suíça, Holanda e Alemanha.

De acordo com a empresa, além desse tipo de cultivo urbano economizar até 90% de água, e não necessitar de qualquer agrotóxico ou antibiótico, sua estrutura também é simples: dentro de uma estufa, em uma área de, no mínimo, 2.000 metros quadrados, ervas, legumes, peixes e frutas poderão ser cultivados por aquaponia, um sistema fechado de produção de alimentos que combina a piscicultura convencional com a hidroponia (cultivo de plantas em água).
Projeto Urban Farmers na cidade suíça da Basiléia
Projeto Urban Farmers na cidade suíça da Basiléia

Quem trouxe a ideia para o Brasil foi o casal de empreendedores Talita Campoi Marinho e Daniel Pacheco. Apaixonados por projetos ligados a inovação e sustentabilidade, eles conheceram a Urban Farmers na cidade de Basiléia, na Suíça. Por lá, a produção gerada por este sistema é de cerca de 5 toneladas de vegetais e 850 kg de peixes por ano.

Além de uma área livre e exposta ao sol, outra exigência para a implantação da fazenda é que existam empresas consumidoras (supermercados, varejos, restaurantes) em um raio de 10 km. Em São Paulo, alguns prédios já estão em fase de análise para operação, como o shopping Cidade São Paulo, na avenida Paulista.

O projeto da Urban Farmers também quer implantar a aquaponia em terrenos da cidade. A ideia é que ele se torne economicamente viável, atinja, além dos consumidores finais, redes varejistas, revendedores de alimentos saudáveis, e que seja parceiro de programas de alimentação escolar. A expectativa é que a primeira fazenda urbana de São Paulo entre em operação em 2017.

Compartilhe: