Filmes são importantes para uma aprendizagem ativa

Poucos são os educadores que utilizam a linguagem audiovisual numa perspectiva metodológica ativa

Por: Jordan Mendes

Não é novidade que filmes fazem parte do repertório pedagógico de educadores das diferentes áreas de conhecimento e níveis de ensino. Porém, o filme como recurso didático é comumente utilizado na perspectiva passiva do estudante-telespectador que assiste à determinada obra para refletir sobre algum tema, interpretar histórias e discutir ideias.

Poucos são os educadores que utilizam a linguagem audiovisual numa perspectiva metodológica ativa, na qual é dada ao estudante a possibilidade de aprender sobre determinado assunto e desenvolver habilidades e competências cognitivas, socioemocionais e tecnológicas a partir da produção de um filme.

Crédito: Chombosan/iStockPoucos são os educadores que utilizam a linguagem audiovisual numa perspectiva metodológica ativa

Desde 2013, venho realizando experiências pedagógicas que promovem processos de produção audiovisual aplicados a aprendizagens na escola e sei que hoje se conectam com as mais atuais tendências educacionais e com pelo menos cinco das dez competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC): Conhecimento; Repertório Cultural; Comunicação; Cultura Digital; e Empatia & Cooperação.

Certo, agora você deve estar se perguntando: tudo isso até aqui está bem bonito, mas como funciona na prática?

Vamos lá, toda produção audiovisual é um projeto que busca responder questões e tem como produto final um vídeo/filme, premissas metodológicas essenciais da Aprendizagem Baseada em Projeto (Project Based Learning – PBL, na sigla em inglês). Somado a isso, a Aprendizagem Audiovisual Aplicada demanda a participação ativa do estudante num processo que coloca-o como protagonista da sua aprendizagem, responsável pela construção de conhecimento que ocorre durante o processo de produção audiovisual. Sendo assim, a Aprendizagem Audiovisual Aplicada, além de ser um processo de Aprendizagem Baseado em Projeto, é uma Metodologia Ativa que possibilita trabalhar várias habilidades cognitivas e socioemocionais.

Na Escola Concept, buscamos promover o desenvolvimento dos 16 Hábitos da Mente (Habits of Mind, em inglês) e a produção audiovisual na escola possibilita trabalharmos vários desses hábitos, pois ao produzir um filme os estudantes precisam: ser persistentes para manter o foco e alcançar o objetivo final;  comunicar-se com clareza e ouvir com compreensão e empatia os colegas; criar, imaginar e inovar para conceber ideias criativas e originais; e pensar de modo flexível e de maneira interdependente, ou seja, ter a capacidade de trabalhar em grupo. E então, o que você está esperando para produzir filmes e vídeos na escola?

Jordan Mendes é coordenador de tecnologia da Escola Concept de Salvador (BA)

Compartilhe: