Quem Inova
Quem Inova
Quem Inova
Quem Inova

Quem Inova

Gari comenta em vídeo racismo no Brasil e bomba na internet

Ação de gari é considerada exemplar pelo movimento Sou Responsável, campanha sem partidos, candidatos ou ideologia apoiada pelo Catraca Livre e pelo Instituto SEB de Educação

Por: Redação

Jr Jota é uma celebridade do Facebook. E, mais uma vez, uma publicação do gari carioca bombou. Feito no último dia 23, o vídeo comentando racismo no Brasil já tem mais de 83 mil compartilhamentos e 3,6 milhões de visualizações.

Gari comenta em vídeo racismo no Brasil e bomba na internet

Essa história faz parte da série para o movimento Sou Responsável, cuja meta é estimular o protagonismo dos brasileiros. Nesta eleição, o Catraca Livre e o Instituto SEB de Educação decidiram apoiar essa campanha para ajudar o brasileiro a ser parte das soluções, e não do problema.

O vídeo foi feito depois que Jr Jota foi acusado de fazer “mimimi” ao publicar duas fotos para demonstrar a disparidade social entre negros e brancos no Brasil. A primeira era de um grupo de médicos formandos, todos brancos, e a segunda, de garis do Rio de Janeiro, todos negros, de acordo com informações do site Hypeness.

Ele, então, apagou as fotografias e gravou o vídeo, de aproximadamente seis minutos. Veja abaixo:

Jr Jota inicia sua explanação falando sobre as marcas deixadas por centenas de anos de escravização de negras e negros, fazendo do nosso país um dos últimos a abolir a prática –ao menos oficialmente.

Após dar uma longa explicação sobre a história dos negros no Brasil e em outros países, o gari conclui: “Então, sim, não é igual. O Brasil é, sim, um país racista. A gente tem, sim, coisa pra reclamar. Se você, branco, não sabe, é chato passar na rua e na mesma hora a polícia te parar”. Jr Jota é um exemplo de brasileiro com responsabilidade social, que usa sua grande influência nas redes sociais para tentar fazer do país um lugar melhor para todos.

Gari comenta em vídeo racismo no Brasil e bomba na internet

Leia a reportagem completa no Hypeness

Compartilhe:

Tags: #Racismo