Projeto tem como meta levar horta comunitária a Bangu, no Rio

Por: Redação

O bairro de Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, tem um “lixão” que anda prejudicando a comunidade. Ali, são descartados todos os tipos de dejetos –de restos de comida a móveis velhos. Pensando em uma solução, foi desenvolvido o projeto Cultura, Arte e Horta Orgânica.

A ideia é cultivar alimentos orgânicos e fortalecer os laços comunitários na área. A proposta partiu do jovem morador Alan Pierre, que é voluntário em uma escola municipal do bairro.

https://www.youtube.com/watch?v=jT52pamzYTU

Lá, ele ajuda os estudantes nas aulas de reforço e cultiva, junto com os alunos, a horta que lhe serviu de inspiração.

O projeto foi selecionado para o programa de incubação da rede Ecozen, iniciativa em prol da sustentabilidade e do desenvolvimento humano. Para participar, há critérios como atuação no território determinado e alinhamento com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU (Organização das Nações Unidas).

Terreno hoje usado para descarte de lixo pode se tornar horta comunitária

Para custear as despesas da incubação, foi aberta uma campanha de financiamento coletivo que tem meta inicial de R$ 5.000. O valor permite a participação do idealizador em workshops para a qualificação do projeto. É possível colaborar até o próximo dia 21.

A partir disso, uma horta coletiva poderá ser implantada e mantida, estimulando o consumo de alimentos orgânicos produzidos localmente.

Também será produzido adubo orgânico por meio de compostagem, a partir dos resíduos orgânicos gerados pelos próprios moradores.

Alan Pierre percorre o bairro e observa “lixão”

Ainda há metas futuras como desenvolvimento do projeto e aumento da produção e investimento semente para que o projeto se desenvolva como um negócio social e se torne autossustentável.

A ação pretende impactar positivamente 20 mil pessoas da região. Caso você queira apoiar, clique aqui. Quem ajuda, pode ganhar desde visitas guiadas ao bairro até workshops. Caso a meta inicial não seja alcançada, o dinheiro dos colaboradores é devolvido.

Compartilhe: