Chris Marker, Bricoleur Multimídia

Por: Redação

Nome dos mais relevantes e misteriosos do cinema e do audiovisual contemporâneos, o cineasta, fotógrafo, escritor e artista multimídia francês Chris Marker ganha inédita retrospectiva de sua obra no CCBB de 24 de junho a 5 de julho. A entrada custa apenas R$ 4 ou R$ 2 a meia.

A mostra “Chris Marker, bricoleur multimídia” reúne, pela primeira vez no Brasil, 33 dos títulos mais significativos do realizador, incluindo filmes, vídeos e séries para TV – como a série “Falamos de…”, definida como “de contra-informação”, que em dois episódios focaliza o Brasil da ditadura militar, tratando de torturas e do militante Carlos Marighela.

O evento também publica um catálogo-livro com resenhas, ensaios e artigos de autores do Brasil e do exterior – incluindo textos inéditos -, além da filmografia comentada e uma entrevista com Marker. Entre outros nomes, assinam os textos Arlindo Machado, Consuelo Lins, Raymond Bellour, Michael Shamberg e Anatol Dauman.

Programação:

24 de junho (quarta-feira)

15h – E-CLIP-SE (Chris Marker, França, 1999, Beta, cor, Doc)
17h30 – A sexta face do pentágono
(La sixiéme face du pentagone, Chris Marker, França, 1967)
19h30 – La Jetée
(Chris Marker, França, 1962, 35mm, PB, Fic)

25 de junho (quinta-feira)

15h – O túmulo de Alexandre (Le tombeau d’Alexandre, Chris Marker, França, 1993, PB e cor, Doc)
17h30 – A lembrança de um porvir
(Le souvenir d’un avenir, Yannick Bellon e Chris Marker, 2001)
19h30 – Nível 5
(Level 5, Chris Marker, França, 1996, Betacam>35mm, cor)

26 de junho (sexta-feira)

14h – O fundo do ar é vermelho (Le fond de l’air est rouge, Chris Marker, França, 1977, Doc)
17h30 – E-CLIP-SE
(Chris Marker, França, 1999, Beta, cor, Doc)
19h30 – Falamos de Praga: O segundo processo de Artur London
(On vous parle de Prague: Le deuxième procès d’Artur London, Chris Marker, França, 1969, 16mm>Beta, PB, Doc)

27 de junho (sábado)

13h – 2084. Centenário do Sindicalismo. (2084. Centenaire du Syndicalisme, França, 1984)
15h – Descrição de uma Memória
(Tsa’ad Revi’i La’matbe’a, Dan Geva, Israel, 2006, Beta, Cor, Doc)
17h30 – A sexta face do pentágono
(La sixiéme face du pentagone, Chris Marker, França, 1967)
19h30 – Longe do Vietnã
(Loin du Vietnam, Jean-Luc Godard, Joris Ivens, William Klein, Claude Lelouch, Chris Marker, Alain Resnais, Agnés Varda, Michele Ray, 1967, PB e cor)

28 de junho (domingo)

17h30 – Falamos de Praga: O segundo processo de Artur London (On vous parle de Prague: Le deuxième procès d’Artur London, Chris Marker, França, 1969, 16mm>Beta, PB, Doc)
19h30 – Junkopia – San Francisco
(Chris Marker, França, 1981, 35mm, cor, Doc)

01 de Julho (quarta-feira)

14h – O fundo do ar é vermelho (Le fond de l’air est rouge, Chris Marker, França, 1977, Doc)
17h30 – O túmulo de Alexandre
(Le tombeau d’Alexandre, Chris Marker, França, 1993, PB e cor, Doc)
19h30 – Debate. Ronaldo Entler, Emi Koide e …
. Mediação: Patrícia Rebello

02 de julho (quinta-feira)

15h – 2084. Centenário do Sindicalismo. (2084. Centenaire du Syndicalisme. , França, 1984)
17h – Um dia de Andrei Arsenevich
(Une journée d’Andrei Arsenevich, Chris Marker, França, 1999)
19h30 – Nível 5
(Level 5, Chris Marker, França, 1996, Betacam>35mm, cor)

03 de julho (sexta-feira)

13h – Um dia de Andrei Arsenevich (Une journée d’Andrei Arsenevich, Chris Marker, França, 1999)
16h – O fundo do ar é vermelho
(Le fond de l’air est rouge, Chris Marker, França, 1977)
19h30 – As 20 horas nos campos
(Les 20 heures dans les camps, Chris Marker, França, 1993)

04 de julho (sábado)

13h – O túmulo de Alexandre (Le tombeau d’Alexandre, Chris Marker, França, 1993, PB e cor, Doc)
15h – Descrição de uma Memória
(Tsa’ad Revi’i La’matbe’a, Dan Geva, Israel, 2006, Beta, Cor, Doc)
17h30 – As estátuas também morrem
(Les statues meurent aussi, Alain Resnais e Chris Marker, França)
19h30 – La Jetée
(Chris Marker, França, 1962, 35mm, PB, Fic)

05 de julho (domingo)

13h – As 20 horas nos campos (Les 20 heures dans les camps, Chris Marker, França, 1993)
15h – A lembrança de um porvir
(Le souvenir d’un avenir, Yannick Bellon e Chris Marker, 2001)
17h30 – Junkopia – San Francisco
(Chris Marker, França, 1981, 35mm, cor, Doc)
19h30 – E-CLIP-SE
(Chris Marker, França, 1999, Beta, cor, Doc, 8min)