Ciranda do Norte: folguedos, sabores e encantamentos

Por: Redação Comunicar erro

O Sesc Itaquera apresenta de 12 a 27 de junho de 2010, a festa da cultura popular, este ano, em homenagem aos encantos naturais e aos intensos sabores da região Norte do Brasil. Sábados e domingos, das 15h às 21h. Música, teatro, dança e apresentações típicas da região.

Confira a programação

Música

Sabah Moraes e Banda
A cantora marajoara apresenta um passeio musical por rios, igarapés, matas, lenda do uirapuru, tambatajá e matinta perera, utilizando como veículo gêneros típicos como: carimbó, marajuada e boi. No repertório, obras de compositores significativos da música amazônica. Praça de Eventos.
19/06. Sábado, às 19h30.

Chico César
O cantor e compositor mergulha no espírito das festas populares para apresentar um trabalho cujo foco encontra-se na alegria do frevo e do forró. Composto de inéditas do próprio artista, com apenas uma regravação: a “Marcha da Cueca”, de Livardo Alves. Praça de Eventos.
26/06. Sábado, às 17h.

Maria Preá
Com Laeticia, Rovilson, Michelle Abu, André Bedurê, Gustavo Souza e Filpo Ribeiro. No show “São Baião”, a banda apresenta repertório voltado para os ritmos e brincadeiras de festas juninas, em uma seleção de canções que vão de obras de domínio público, Cacuriás, Cocos e Baiões, à contemporaneidade. Praça de Eventos.
26/06. Sábado, às 19h30.

Antonio Nóbrega
O compositor, músico, dançarino e brincante Antonio Nóbrega, se junta a uma excelente banda de sete versáteis músicos em um espetáculo elaborado especialmente para as Festas de São João! Além de composições próprias, apresentará novos arranjos de músicas de Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Dominguinhos, Nelson Cavaquinho, entre outros. Praça de Eventos.
27/06. Domingo, às 17h.

Ubiratan Sousa
No show “Capital do Boi”, o compositor, arranjador, intérprete, instrumentista, pesquisador e produtor, apresenta repertório que inclui Forró, Samba, Chorinho, Bumba Meu Boi, Frevo, Tambor de Crioula, etc, sempre preocupado com o resgate e a amostragem do Folclore Brasileiro. Praça de Eventos.
27/06. Domingo, às 19h30.

Dança

Carimbó
Com a Família Menezes. Apresentação de carimbó, uma das mais populares expressões da cultura paraense. O grupo tradicional de cultura popular faz o resgate, divulgação e valorização das tradições populares dos Estados do Maranhão, Pernambuco e Pará. Praça de Eventos.
12/06. Sábado, 16h.

Marujada
Com a Congada Marujada Nossa Senhora do Rosário. O grupo é composto em media por 46 dançantes e se destaca pelas cantigas, danças, indumentárias e instrumentos característicos. Praça de Eventos.
13/06. Domingo, às 16h.

Oia eu aqui denovo prarraxaxa na fogueira!

Com o Núcleo Caboclinhas. Ao som de coco, ciranda e xaxado, o grupo apresenta uma intersecção de linguagens: Teatro, Música e Danças Populares, com vivências de ritmos e formação da popular quadrilha. Praça de Eventos.
19/06. Sábado, às 16h.

Ritmos e Danças do Pará
Com a Cia. Porto de Luanda. Apresentação de Carimbó, Lundu, Síria, Xote Bragantino, Retumbão e Boi. Praça de Eventos.
20/06. Domingo, às 13h.

Ciranda
Com Grupo de Teatro e Danças Populares Urucungos, Puítas e Quijengues. Manifestação dançada em roda, muito comum no Norte e Nordeste brasileiro, cujo círculo simboliza unidade e perfeição. O grupo forma a ciranda e convida o público a participar deste espetáculo de integração. Praça de Eventos.
26/06. Sábado, às 16h.

Bumba-meu-boi
Com Grupo de Teatro e Danças Populares Urucungos, Puítas e Quijengues. O grupo realiza o Bumba-Meu-Boi pesquisado por Margarida Trindade e também chamado de Boi de Calemba. É imbuído de sátira, graça e do próprio sentimentalismo do povo brasileiro. Praça de Eventos.
27/06. Domingo, às 16h.

Contação

Histórias de Pescador
Com O Teatro de Areia. Dois pescadores, sentados com suas varas à beira de um rio, procuram impressionar um ao outro com histórias fantásticas, supostamente vividas por eles mesmos. Ao narrarem seus “causos”, contam ao público as lendas brasileiras “Iara, a mãe d’água”, “A Criação da Noite”, “A Boiúna” e “O Boto cor-de-rosa”. Praça de Eventos.
12/06. Sábado, às 12h.

Monstros da Floresta
Com Ginga & Prosa. Conta a trajetória de diferentes seres que apavoram os homens: o Mapinguari, os irmãos Cobra Norato e Maria Cainana, o Barba Ruiva, o Anhangá e o Beru. Praça de Eventos.
13/06. Domingo, às 12h.

Do Boto Ninguém Escapa
Com Cia Clara Rosa. O espetáculo nos convida a vivenciar as aventuras do Boto Cor-de-rosa pela lendária “Noite do Nunca mais”. São casos da cidade de Belém do Pará, onde a fascinação pelo Boto se mistura ao medo de ser escolhido por ele. Pois se você for escolhido pelo Boto, não escapa. Praça de Eventos.
19/06. Sábado, às 12h.

Histórias de Matintapereira e os Mistérios da Mata
Com Cia Clara Rosa. Quem já ouviu falar da Lendária Matintapereira? Lenda que percorre a região Amazônica, traz os mistérios da mata em suas tradições orais. Matintapereira é uma personagem encantada dessa região, onde uns dizem que é má, outros sábia guardiã da floresta. Praça de Eventos.
20/06. Domingo, às 12h.

A Origem do Oiapoque
Com o Núcleo Educatho. Com música ao vivo e muita brincadeira, vamos conhecer a história da valente índia Tarumã que resolve fugir da sua aldeia, para salvar o filho da seca que seu povo tem enfrentado. Tupã, o maior Deus dos índios, vendo todo o sofrimento da indiazinha, resolveu ajudá-la transformando-a em uma cobra. Mais o destino da pobre índia ainda guarda muitas dificuldades. Praça de Eventos.
26/06. Sábado, às 12h.

A Lenda De Bacaba

Com o Núcleo Educatho. Essa história conta a vida de Bacaba, um pequeno indiozinho que nasceu predestinado a destruir Catamã, um espírito do mal. Tupã venceu uma grande batalha contra Catamã e este ficaria no alto da serra até cem anos, mas pouco antes do centésimo aniversário, ele começou a dar sinal que estava por vir. Enfrentar Catamã será o grande destino de Bacaba. Praça de Esportes.
27/06. Domingo, às 12h.


1
07:11
5 filmes gratuitos para expandir a consciência
Hoje iremos indicar filmes que vão te ajudar a expandir a consciência, ou seja, vão ampliar suas percepções sobre si …
2
14:48
Os principais momentos do debate sobre ‘violência obstétrica’
O Ministério da Saúde aboliu o uso do termo “violência obstétrica” alegando que tal afirmação é inadequada por que “tanto …
3
04:36
Vamos falar sobre Educação sexual?
É importante falar sobre métodos de prevenção antes de iniciar a vida sexual? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala …
4
03:14
Datafolha: brasileiros não lembram de medidas positivas de Bolsonaro
Um levantamento realizado pelo Datafolha e divulgado pela Folha de S. Paulo mostra que 4 em cada 10 brasileiros não …
5
06:11
As melhores dicas sobre corrimento feminino
Quais os sintomas da Candidíase? Como tratar e saber diferenciar de outros tipos de corrimentos? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e …
6
01:38
A importância da vacina do HPV
Por que tomar a vacina contra o HPV é tão importante? O Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador da ANVISA, fala …