Monumetria

Exposição com cerca de 150 obras. A mostra questiona a re-significação do patrimônio histórico e cultural e seus desdobramentos na produção de memória, por meio da releitura do Monumento a Ramos de Azevedo que estabeleceu diferentes contextos na cidade de São Paulo: o seu original, na avenida Tiradentes e sua relação com o prédio da Pinacoteca do Estado de São Paulo, e o atual, na praça Ramos de Azevedo, na Cidade Universitária, e a relação com os prédios da Escola Politécnica.

Redação

Por Redação

Conteúdos produzidos por uma equipe super diversificada da Catraca Livre. Diferentes perfis se unem para compor um time plural focado em traduzir o melhor do jornalismo para nosso público.