Pequenas coisas que importam

A exposição da série de pinturas consiste em trabalhos feitos a partir de fotografias que o artista tirou, onde aparecem gestos das mãos dele com sua mulher, se tocando, segurando uma a outra e mesas de restaurantes. É uma pesquisa sobre a intimidade em lugares públicos e sobre o ato de tocar e ser tocado. Com que frequência tocamos, com que frequência somos tocados, como percebemos o toque e que valores damos a ele? De Mauro Piva.

Redação

Por Redação

Conteúdos produzidos por uma equipe super diversificada da Catraca Livre. Diferentes perfis se unem para compor um time plural focado em traduzir o melhor do jornalismo para nosso público.