Pianista prodígio Vitor Araujo toca no Sesc Paulista

Quem abre a programação de abril do projeto Instrumental SESC Brasil é o pianista pernambucano Vitor Araújo. Com um CD e um DVD na bagagem, 19 anos, formação clássica, o músico que vem se destacando no cenário instrumental se apresenta dia 7 de abril, terça-feira, às 19 horas, no Teatro Auditório da Unidade Provisória SESC Avenida Paulista. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência.

Transitando entre o popular e o erudito, quem já o viu tocar garante que ele é uma revelação. Jovem, já é nome conhecido no meio. Em 2006, gravou o DVD-demo Variando, com o qual ganhou proporções nacionais ao ser comentado em capas de cadernos de cultura de vários jornais, causando polêmica pelas improvisações inseridas em obras eruditas consagradas. “Ele vira a música erudita de cabeça para baixo”, diz a animadora cultural da área de música do Sesc Avenida Paulista, Lígia Moreli.

Disponibilizado em sua página no portal Youtube, o arranjo de Vitor para Asa Branca (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira) teve mais de mais de 30 mil visualizações.

No show, Vitor fará uma apresentação com repertório que vai de Heitor Villa-Lobos (Dança do índio branco e Trenzinho do Caipira) a Radiohead (Paranoid Android), passando por Tom Zé (Toc) e Chico Buarque (Samba e Amor), além de uma composição de sua autoria (Valsa para Lua), Cláudio Santoro e Luis Gonzaga.

divulgação
Vitor Araujo em uma de suas apresentações
Vitor Araujo em uma de suas apresentações

Sobre o músico

O fenômeno da música brasileira, como já foi chamado, estuda música desde os 9 anos, foi vencedor de vários prêmios, como a Menção Honrosa no Concurso Magda Taggliaferro, em São Paulo, primeiro lugar nos Torneios Pernambucanos de Piano de 2001 e 2005, além do prêmio de Melhor Intérprete de Música Brasileira, no Torneio Josefina Aguiar. Em 2007, Vitor se apresentou no Convento de São Francisco, na Mostra Internacional de Música de Olinda – MIMO, ao lado de ícones como Antonio Menezes, Naná Vasconcelos, Egberto Gismonti, Yamandú Costa, Hamilton Holanda e Isaac Karabtchevsky.

Além de concertos e apresentações solo ao piano, Vitor integra também a banda Seu Chico, projeto de resgate das composições de Chico Buarque, que toca regularmente em Recife, e o trio Café dell Jazz, ao lado dos músicos Ângelo Mongiovi e Márcio Silva.

Instrumental Sesc Brasil

O Projeto Instrumental SESC Brasil traz ainda em abril o instrumentista Carlos Malta (dia 14), o grupo Ó do Borogodó (dia 21) e Raul de Souza (dia 28), sempre às terças-feiras, às 19 horas, no Teatro Auditório da UNIDADE PROVISÓRIA SESC AVENIDA PAULISTA. Os shows do Instrumental SESC Brasil são transmitidos ao vivo pelos portais do IG (www.ig.com.br) e do SESC (www.sescsp.org.br). Após as apresentações, os artistas participam de um chat (nos mesmos endereços acima) comandado pela jornalista Patrícia Palumbo.

Redação

Por Redação

Conteúdos produzidos por uma equipe super diversificada da Catraca Livre. Diferentes perfis se unem para compor um time plural focado em traduzir o melhor do jornalismo para nosso público.