Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Conheça 5 rodas de samba da zona sul de São Paulo

Por: Redação

Com o intuito de dar visibilidade ao samba às margens da mídia e dos evidentes eixos comerciais, o Samba em Rede divulga a programação de cinco comunidades e projetos de samba localizados na zona sul da cidade.

Confira:

Merylin Esposi
Pagode da 27

O Pagode da 27 é uma roda que acontece aos domingos, a partir das 16h, no Grajaú. No repertório, predominam sambas autorais de raiz e releituras de clássicos.

Fundada no dia 26 de agosto de 2005, a roda surgiu a partir da reunião de sambistas na Rua Manoel Guilherme dos Reis – mais conhecida por Rua 27. Entre seus objetivos, estão a preservação das raízes do samba e a revelação de novos talentos.

Quando? Todos os domingos, a partir das 16h
Onde? Rua Manuel Guilherme dos Reis, 500, Grajaú
Quanto? 1kg de alimento não perecível. 

Merylin Esposi
Samba da Vela

Fundada em 2000, a roda tem como objetivos devolver aos moradores do bairro a auto-estima por meio da música e revelar novos compositores da região. Outra de suas fortes características é a multiplicidade da faixa etária que frequenta o evento.

Quando? Todos as segundas-feiras, a partir das 20h30
Onde? Casa de Cultura de Santo Amaro – Praça Doutor Francisco Ferreira Lopes, 434, Santo Amaro
Quanto? Contribuição voluntária de R$5.

divulgação
Samba dá Cultura

Fundado em 2006, o projeto tem como objetivo o resgate e a preservação da cultura do samba. O repertório contempla obras de compositores como Candeia, Aniceto, Talismã, Cartola, Dona Ivone Lara, Roberto Ribeiro, Roque Ferreira, Beth Carvalho, Adoniran Barbosa e Paulinho da Viola.

Quando? Todo primeiro domingo do mês, a partir das 17h
Onde? Casa de Cultura Popular do M’Boi Mirim – Avenida Inácio Dias da Silva, 1250, Jardim Santa Edwiges 
Quanto? 1kg de alimento não-perecível.

divulgação
Samba de Todos os Tempos

O Projeto Cultural Samba de Todos os Tempos realiza sua roda todo terceiro domingo do mês, a partir do meio-dia, no bairro Chácara Santana, zona sul de São Paulo. A entrada é gratuita.

Fundado em 2004, o projeto busca a preservação e o resgate da tradição do samba por meio da música, além de integrar a comunidade em atividades culturais.

Quando? Todo terceiro domingo do mês, a partir das 13h
Onde? Rua João de Santana, 255, Chácara Santana
Quanto? Grátis.

Merylin Esposi
Samba na 2

No final da década de 1980, um grupo de amigos apaixonados por samba uniu sua paixão pela música e juntos fundaram no Jardim Nakamura, bairro do extremo Sul de São Paulo, o Poesia Samba Soul, onde realizavam ensaios abertos a amigos e admiradores.

Com o passar do tempo a banda criou o Samba na 2 com o intuito de reunir amigos e antigos integrantes do grupo, além de proporcionar a comunidade um espaço de lazer e conta com o apoio da ONG Favela da Paz e da banda Poesia Samba Soul.

Além da energia transmitida pela roda, os organizadores realizam ações sociais em prol da comunidade. Ainda há espaço para recreação infantil, e as feiras de artesanato e quitutes, que possibilita que a comunidade local se aproprie do evento e promova a geração de renda local. Passam cerca de 1200 pessoas a cada edição do evento.

Quando? Todo segundo domingo do mês, a partir das 15h
Onde? 
Rua Miguel Dionízio Valle, 35, Jardim Nakamura
Quanto? Grátis.

Compartilhe:

?>