Mulher com autismo registra seus colapsos em série fotográfica

Por: Redação

A norte-americana Sara LeeAnn Pryde descobriu que tinha autismo aos 34 anos de idade. Para compreender melhor o transtorno, ela fotografou seus colapsos em uma série de retratos em preto e branco.

 Embora Sara não tenha sido diagnosticada até a fase adulta, ela explica no ensaio que vivencia episódios de “explosão” desde criança.

Em entrevista ao portal britânico “Daily Mail“, a norte-americana conta que em alguns momentos ela perde totalmente o controle e que a série fotográfica é uma documentação visual de seus colapsos.

Sara diz que o transtorno é comparável à sensação de prender a respiração por muito tempo e sentir a pressão subindo no peito e o “pânico crescendo na garganta”. “Então, eu perco a capacidade de raciocinar. Eu fico muda, absolutamente incapaz de formar palavras coerentes”, diz. “Eu sou infantil, exposta, crua, aterrorizada, paralisada e totalmente humilhada”. Depois dos colapsos, ela diz se sentir exausta e que às vezes cai no sono.

A série de fotos está ajudando Sara a se aceitar mais e a fotógrafa espera que ajude também outras pessoas ao compartilhar sua história. Veja as imagens:

Compartilhe: