Informar

Universidade paga para jovens transarem em frente às câmeras

Quatrocentas libras ou cerca de R$1.500, esse é valor que a Universidade de Coventry, na Inglaterra, está oferecendo para jovens que toparem serem filmados enquanto fazem sexo. E sabe por qual motivo? Não se trata de nenhuma pesquisa, mas sim de colher material para uma campanha em favor do uso de preservativos.

A propostas é que a transa acontece em ambientes que reproduzam o banco de trás de um carro, dormitórios ou qualquer outro local normalmente escolhido pelos jovens.  A campanha recebeu o nome de Wrapped, “embrulhado” em português, e pretende fazer com que as pessoas entendam que o uso da camisinha não quebra o clima.

Compartilhe: