reprodução

Créditos:

Bailarina integrou o casting do longa "Pina", de Wim Wenders

Abrindo um novo espaço para a dança contemporânea na cidade, o Museu da Imagem e do Som (MIS) estreia neste sábado, 14, a partir das 18h, seu novo projeto, o “Dança no MIS”.

Com curadoria de Natalia Mallo, artista argentina radicado no Brasil que atua há mais de 15 anos no circuito das companhias de dança e instalações multimídia, a primeira edição do projeto conta com a performance de Morena Nascimento.

Bailarina que recentemente estreou o trabalho site-specific (criado de acordo com o ambiente) “Clarabóia”, Morena integrou a companhia Tanztheater Wuppertal Pina Bausch, na qual contribui como convidada, e participa do filme “Pina”, de Wim Wnders.

Além da apresentação, será exibido o premiado filme de videoarte “The Cost of living”, do grupo inglês DV8. No encerramento, alguns artistas convidados se apresentam trechos de seus trabalhos recentes ou inéditos.

Confira os detalhes da programação:

Exibição de filme de videodança “The Cost of Living” (Inglaterra, 2004, dir.: Lloyd Newson)

O filme conta a história de dois performers de rua em uma pequena cidade da Inglaterra. Um deles é forte e combativo, o outro não tem pernas e está empenhado em impedir que sua deficiência física atrapalhe seu caminho. Em uma série de cenas interligadas, os dois protagonistas vão vivendo (dançando) diferentes encontros, todos poéticos.

Ao término do filme, haverá breve apresentação do projeto e dos artistas convidados Clarice Lima, Jorge Garcia, Ricardo Iazzetta, Ramiro Murillo, Gisele Calazans e Nathalia Catharina.

Performance Site-Specific

Morena Nascimento apresenta uma peça especialmente criada para o MIS.

Assista a um trecho da perfomance "Clarabóia":

Coquetel e Intervenções

Com discotecagem do músico Tatá Aeroplano, o coquetel contará com apresentações de pequenos trechos de novos espetáculos dos seguintes artistas: Jorge Garcia (“Nihil Obstat”), Ricardo Iazzetta (“Noiva Delirante”), Nathalia Catharina (“Frágil”), Ramiro Murillo e Gisele Calazans (“Tempo Roubado”), além da intervenção “Árvores Pocket”, com Clarice Lima e Gente Fina, Elegante e Sincera.

Dança no MIS

14 Jul

Catraca Livre
add Google Agenda