Em parceria com o Goethe-Institut, o MIS apresenta a mostra "Cinema Perigoso Divino Maravilhoso", que pretende levar à reflexão sobre a representação do índio no cinema nacional, em filmes que muitas vezes superam as fronteiras entre autenticidade e teatralidade, entre testemunho e performance. Em cartaz de 2 a 4 de novembro, a entrada é Catraca Livre.

O título da mostra faz alusão a uma cena com Glauber Rocha no filme "Vento do Leste", do diretor francês Jean-Luc Godard, na qual ele aponta o caminho para o “cinema do terceiro mundo”; um cinema “perigoso, divino, maravilhoso”. A aposta da curadora convidada Graziela Kunsch é que podemos encontrar pistas desse cinema nessa produção, configurando "um outro cinema brasileiro”.

Além das sessões, que acontecem no Auditório LABMIS, o público também pode conferir as produções na Midiateca, com cópias em DVD dos filmes disponíveis para visualização durante todo o mês de novembro, junto com uma pequena biblioteca e textos críticos escolhidos.

Trecho do filme "O vento do leste":

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=73VaBmqqq7Q[/youtube]

Confira a programação:

14h: Vento do Leste (Grupo Dziga Vertov: Jean-Luc Godard e Jean-Pierre Gorin, 1969-70, 100’)

16h: Festas e rituais Bororo (Luiz Thomaz Reis, 1916, 26’) + Tatakox de Vila Nova (Guigui Maxakali, 2009, 21’) + Acordar do dia (Derli Maxakali, Marilton Maxakali, Juninha Maxakali, Janaina Maxakali, Fernando Maxakali, Joanina Maxakali, Zé Carlos Maxakali, Bernardo Maxakali e João Duro Maxakali, 2009, 34’) com pequenos intervalos entre os filmes

18h: Uaka (Paula Gaitán, 1988, 90’)

20h: Nós e a cidade (Ariel Ortega, Jorge Morinico e Germano Benites, 2009, 5’41) + Bicicletas de Nhanderu (Ariel Ortega e Patricia Ferreira, 2011, 48’)

21h: Tchám Krai Kytõm Pandã Grét - Male Display Among European Populations (Maria Thereza Alves, 2008, 2’25’’) + Iracema (de Questembert) (Maria Thereza Alves, 2009, 26’) + Uma história dos Krenak (Shirley Krenak, Douglas Krenak e Tom Krenak, 2010, 3’)

 

14h: Conversas no Maranhão (Andrea Tonacci, 1977-83, 120’)

16h15: Os Arara (Andrea Tonacci, 1981-83, 75’)

18h: Serras da desordem (Andrea Tonacci, 2006, 135’)

Conversa com Andrea Tonacci após a sessão

21h30: Estrada para Ythaca (Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes e Ricardo Pretti, 2010, 70’)

 

15h: Pirinop, meu primeiro contato (Mari Corrêa e Karané Ikpeng, 2007, 83’)

Conversa com Mari Corrêa após a sessão

17h: Corumbiara (Vincent Carelli, 2009, 117’)

Cinema Perigoso Divino Maravilhoso

02 Nov
e
04 Nov

  • Sex 02/11
    • das 14:00 às 21:00
  • Sáb 03/11
    • das 14:00 às 21:30
  • Dom 04/11
    • das 15:00 às 17:00


Catraca Livre
add Google Agenda