Foi inaugurada hoje em São Paulo a primeira “Zona Verde" permanente da cidade. O espaço de convivência com plantas, bancos e mesinhas foi construído em uma área que antes delimitava duas vagas de carro e fica na esquina da Avenida Paulista com a Rua Padre João Manuel.

A inauguração do espaço contou com a presença do prefeito Fernando Haddad e alguns de seus secretários. A ocasião foi aproveitada para a assinatura do decreto que vai regulamentar o conceito de "parklet" como instrumento urbanístico na cidade de São Paulo.

Os “parklets” foram criados em São Francisco, nos Estados Unidos, e surgiram como forma de converter o espaço de estacionamento de automóvel na via pública em área recreativa temporária. A ideia tinha aparecido por aqui como um projeto que visava estimular a discussão das cidades para as pessoas e o uso do solo com equidade. O resultado foi positivo e, agora, o "parklet" faz parte de São Paulo.

"Nós conseguimos transformar uma ocupação do espaço em política pública", comemora Lincoln Paiva, presidente do Instituto Mobilidade Verde, que, em parceria com o Design Ok, concretizou o projeto. "Agora, a Prefeitura vai publicar um manual de como fazer um parklet e qualquer pessoa vai poder fazer o seu", explica.