Google Street View mapeia as belezas naturais de Ilhabela

Informar

5 destinos mais procurados para intercâmbio voluntário

Por: Redação | Comunicar erro

O intercâmbio continua sendo a melhor maneira de viajar, adquirir conhecimento e interagir com outras culturas.

Em especial, intercâmbios para realizar trabalhos voluntários têm despontado como uma ótima forma de promover mudanças necessárias e transformar a realidade de muitas pessoas.

Esse tipo de atividade é ideal para quem busca autoconhecimento, capacidade de engajar e empoderar pessoas em um ambiente desafiador.

Com ajuda do pessoal da ONG AFS Intercultura Brasil, listamos os cinco destinos mais procurados por quem deseja se aventurar em novas culturas e conhecer as mais variadas atividades voluntárias.

Bélgica

Crédito: Getty ImagesO Atomium, ícone da cidade de Bruxelas, foi construído em 1958 para a Feira Mundial

Animação para público infantil – O projeto ocorre no museu Le Tilt, reconhecido como um lugar que oferece animações para crianças e jovens. O voluntário auxiliará em uma série de atividades interativas e oficinas para grupos escolares, crianças, adolescentes, jovens adultos e famílias, com o intuito de permitir a descoberta da diversidade do mundo e proporcionar oportunidades para que a criança se torne cidadã global.

Agricultor social – Uma fazenda biológica é o pano de fundo para reintegrar pessoas com deficiências e problemas psiquiátricos na sociedade, que também recebem apoio de formadores profissionais e acompanhamento psicológico. O voluntário ajudará no processo de colheita até a venda do produto na loja.

Colômbia

Crédito: Getty ImagesVista do mirante de Monserate, em Bogotá

Amor e carinho aos órfãos – Proporcionar a crianças um mundo mais lúdico e com menos problemas é o objetivo desse trabalho, que será desenvolvido em um orfanato. O voluntário apoiará os profissionais da instituição em atividades educacionais, recreativas e cuidar das crianças.

Auxílio aos portadores de necessidades especiais – Portadores de necessidades especiais são o público-alvo dos voluntários que querem ajudar a dar independência e autoestima para crianças e adultos nessas condições. Para isso, irão auxiliar professores e instrutores com a execução das tarefas, apoiar na alimentação e higiene pessoal e desenvolver atividades artísticas.

Solidariedade na creche – O trabalho do voluntário é realizar atividades e ajudar no cuidado e alimentação de crianças entre 2 e 5 anos, que estão na creche e moram em comunidades vulneráveis da Colômbia ou que sofreram algum tipo de trauma devido à violência ou abuso.

Dinamarca

Foto: tour-smart.co.uk
Troca de guarda no palácio Amalienborg

Cidadão sustentável – Gostar do contato com a natureza e trabalhos manuais é essencial para essa atividade. O voluntário trabalhará em um jardim ecológico, que pertencente a uma Folk College, considerada a Folk College verde da Dinamarca. As atividades têm como objetivo educar agricultores e a sociedade dinamarquesa sobre o futuro sustentável e apresentar as ações da universidade como laboratório para experiências de sucesso.

Educação do futuro – Este projeto é uma oportunidade para praticar habilidades de ensino e obter experiência de trabalho em um ambiente escolar reconhecido como um dos mais avançados sistemas educacionais do mundo. O voluntário auxiliará os professores em aulas de idiomas ou outros assuntos de interesse, apoiará em tarefas práticas no jardim de infância e atividades após a aula e participará da organização de eventos e atividades especiais na escola.

Filipinas

Crédito: Getty Images/iStockphotoVista da Ilha Palawan, nas Filipinas

Cidadão do meio ambiente – Nesse projeto, o voluntário participará de um programa chamado Out-of-School-Youth (OSY), que ajuda jovens de baixa renda e que não estão trabalhando e não na escola a atualizarem suas habilidades de trabalho e encontrar um ofício permanente. O trabalho é realizado através de treinamentos de restauração ambiental comunitária, sustentabilidade, hábitos ecológicos e educação ambiental. Algumas das principais atividades serão: construção de trilhas, engenharia biológica, cultivo de plantas, agricultura orgânica, entre outros.

Apoio a crianças com necessidades especiais – O trabalho envolve atendimento a crianças com necessidades especiais, como deficientes auditivos e visuais. O voluntário irá apoiar na supervisão dos pequenos durante as aulas, com o objetivo de melhorar aspectos pessoais e sociais das crianças, além de apoiar na formação de pais e membros da família. Algumas atividades envolvem programas comunitários, excursões, entre outras.

República Dominicana

Crédito: Getty ImagesVista de Santo Domingo, na República Dominicana

Vigia do meio ambiente – Com o apoio de uma ONG que trabalha a conscientização sobre questões ambientais, o voluntário vivenciará atividades em uma fazenda de ecoturismo e projetos de desenvolvimento comunitário. O projeto, batizado de Eco-Ranch, utiliza diferentes métodos e atividades para promover seus valores, como atividades culturais relacionadas à música, artes visuais e artes cênicas. O voluntário apoiará as atividades realizadas na comunidade e ajudará a desenvolver material para palestras e workshops sobre questões ambientais para professores e crianças. Ajudará, também, com a formação de um grupo ambiental para crianças de escolas rurais.

Um lar só delas – Meninas órfãs ou que sofreram maus tratos recebem apoio de um orfanato que dedica educação e cuidado a elas. O voluntário participará de aulas de esportes, tutoriais e terapias de psicologia. Outras tarefas estão relacionadas às áreas de assistência médica, gerenciamento de água da casa e ajuda nos jardins.

Saiba mais em: www.afs.org.br

Compartilhe: