Últimas notícias:

Loading...

5 dicas para comprar passagens mais baratas e viajar no Réveillon

Especialista afirma que ainda dá tempo de virar o ano no destino desejado pagando um valor justo

Por: Redação

A influenciadora e especialista em passagens aéreas Ana Stier afirma que é possível comprar passagens aéreas baratas para o Réveillon, mesmo com menos de uma semana de antecedência. Para isso ela compartilhou cinco dicas que considera infalíveis.

Crédito: Getty Images/iStockphotoEspecialista afirma que ainda dá tempo de virar o ano no destino desejado pagando um valor justo – iStock/Getty Images

A primeira é não cair no mito que comprar com antecedência é comprar mais barato.

“Uma vez que o local de destino é decidido o ideal é ficar de olho no preço das passagens, que pode variar até três vezes em um único dia. Você não precisa comprar a sua passagem com muita antecedência, pois isso não significa que ela vai estar no melhor preço”, afirma.

A segunda técnica ensinada por Ana, inclusive no seu curso de viagem, é olhar os preços em horários pouco prováveis. “Gosto de indicar que olhem os preços de sábado para domingo, por volta de 5h. Na minha experiência, esse é o melhor dia e horário para pesquisar preços. Se você for pesquisar numa segunda-feira, na hora do almoço, provavelmente estará um absurdo, pois todos fazem isso”, diz.

A terceira dica compartilhada pela influenciadora é ter uma flexibilidade entre dois e três dias para o início e fim da viagem. “Você não precisa mudar todo o seu planejamento, mas ter uma janela entre dois e três dias para iniciar e encerrar a viagem pode te fazer economizar. É uma questão matemática de conseguir uma taxa melhor, tanto para viagens nacionais como internacionais”.

A quarta dica da especialista é o chamado ‘Skiplagging’, que nada mais é do que pegar um voo que faça escala com o destino desejado e descer na parada.

“As pessoas cometem o erro de só comprar a passagem em que o destino final seja onde elas querem chegar, quando na verdade podem descer antes de voos que fazem escala. A única questão é que elas não poderão despachar mala, mas se esse já não era um plano não há problema”. Por fim, Ana diz que o ideal é buscar passagens em aba anônima do navegador e, ainda assim, sempre apagar o cachê.

“O maior erro de quem quer viajar é baixar aplicativos de passagens aéreas. O sistema deles entende que você quer aquilo e vai colocar preços cada vez mais altos. Por isso, use aba anônima do navegador e sempre apague seu cachê”, finaliza.