Últimas notícias:

Loading...

Azul passa aceitar pets na cabine em voos internacionais

Novo serviço já está disponível em voos para Lisboa

Por: Redação

A companhia aérea Azul passou a aceitar pets na cabine em seus voos internacionais. O serviço “Pet na Cabine” está disponível desde agosto.

O novo serviço é oferecido em viagens com destino à Lisboa, em Portugal, e nos voos dos Estados Unidos e da Europa para o Brasil, mas, por restrições, esta opção ainda não está disponível em viagens para Orlando.

pets na cabine voos
Crédito: Damedeeso/iStockAzul passa a aceitar pets na cabine em voos internacionais

O animal de estimação é transportado na cabine da aeronave junto ao dono. O embarque é restrito somente aos voos da Azul, não sendo permitido transferi-lo entre outras aéreas e o viajante poderá solicitar o serviço apenas pelo callcenter da companhia.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel, respeitar o distanciamento social e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado?


Mas antes de embarcar com o cachorro ou gato de estimação, é preciso que o passageiro apresente documentos e observe uma série de regras, além de efetuar o pagamento relativo à taxa do transporte aéreo do bichinho.

Pets prontos para embarcar

Os passageiro pode levar apenas um animal durante o voo. A bordo são permitidos até cinco animais domésticos (cães e gatos) por voo, desde que tenham mais de 4 meses de idade e sejam transportados com segurança e em embalagem apropriada.

pets na cabine voos
Crédito: Capuski/iStockO serviço “Pet na Cabine” já está disponível em voos para Lisboa

Para este novo serviço será cobrada uma taxa de US$/€ 150 por trecho.

A companhia também alerta para algumas regras para embarcar o pet na cabine. O peso total (animal mais container) deve ser de, no máximo, 7 kg e o bichinho deverá estar limpo, saudável e sem apresentar odor desagradável.

É necessário ainda levar o comprovante da vacinação antirrábica, com o nome do laboratório produtor, o tipo da vacina e o número da partida/ampola utilizada.

A vacina precisa ter sido aplicada há mais de 30 dias e há menos de um ano do embarque.

No site da Azul (www.voeazul.com.br/) é possível encontrar todas as informações e regras sobre o serviço..