Últimas notícias:

Loading...

Chapada dos Guimarães: melhores passeios e dicas para fotos incríveis

Nobres e Chapada dos Guimarães dão show de natureza

Snorkel em aquário natural, flutuações, cachoeiras e paredões de mais de 400 metros são algumas das experiências que rendem imagens fantásticas no Mato Grosso.

Nobres e Chapada dos Guimarães, dois destinos famosos do Estado, dão show de natureza.

Chapada dos Guimarães fotos
Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemFrame de vídeo captado debaixo da água no Aquário Encantado, em Nobres

Para fotografar dentro da água, bem com como filmar em movimento pelas estradas do Mato Grosso e captar a grandeza das montanhas da Chapada, usei a GoPro Hero10 Black, última geração das câmera de aventura.

O equipamento mantém as imagens estáveis, mesmo em muito movimento ou dentro da água.

Fiz todos os passeios com a agência Confiança Tour, saindo do resort Malai Manso, na região da Chapada. O único all inclusive do Estado tem também um parque imenso de energia solar, que abastece 100% do local.

Chapada dos Guimarães
Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemEstrada para o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

O resort tem como uma das paisagens o Morro do Chapéu, parte do parque. Mas para visitar, de fato, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, é preciso pegar estrada, cujo percurso dura 1h30 de lá.

O Parque Nacional está a 55 km de Cuiabá. Assim também é Nobres, destino que fica a 1h30 do Malai.

Veja abaixo alguns dos lugares mais lindos para um roteiro completo na Chapada dos Guimarães. Também revelo o recurso GoPro que usei para que cada imagem ficasse perfeita.

1 – Aquário encantado

Chapada dos Guimarães fotos
Crédito: Andrea Miramontes/ Lado B ViagemAquário encantado em Nobres (MT) para snorkel e flutuação entre os peixinhos

Sem dúvida, é o aquário natural de água doce mais transparente e incrível que já entrei. Rodeado pela mata nativa, o poço azul é fruto de três nascentes e tem 6 metros de profundidade.

Para entrar, o turista deve retirar todo protetor solar nos chuveiros, antes da trilha, pegar o equipamento de segurança, como colete, snorkel e sapatilha e partir para uma caminhada de 500 m.

É obrigatório o uso de coletes salva-vidas durante a flutuação, que tem como regulamento grupos pequenos por vez. É permitido ficar até 30 minutos na água.

São muitos peixes coloridos. Atenção ao fundo do aquário, que tem algumas pequenas cavernas. Mostro neste vídeo.

Para filmar na água, usei um bastão flutuante onde conectei minha câmera. O bastão é essencial em passeios aquáticos, pois, sem ele, o equipamento pode afundar no primeiro descuido.

Crédito: Andrea Miramontes/ @ladobviagemAquário encantado, em Nobres, tem água transparente para flutuação com peixes

Não é preciso case de proteção para mergulhar com o equipamento. Isso acontece desde a Hero 7 Black.

Um dos recursos inovadores  da Hero 10 é ser a primeira câmera hidro repelente, ou seja, quando retirada da água não ficam mais gotículas na lente, que atrapalham a nitidez das imagens.

A edição do passeio foi feita com o aplicativo Quik, que praticamente faz o trabalho sozinho para você.

Com o novo modelo da câmera, há upload automático para a nuvem do app. Basta colocar na ordem de imagens para a edição. Se não quiser fazer cortes, ele mesmo faz.

Onde fica: Vila Bom Jardim, distrito de Nobres (MT)

Quem leva: Confiança Tour, em parceria com a agência local, Anaconda Adventure

2 – Tirolesa e santuário de araras

Nobres e o distrito Vila Bom Jardim são locais privilegiados pela natureza.  Lá, se costuma ouvir  que Bonito, no Mato Grosso do Sul, é só bonito, enquanto Nobres é lindo.

Brincadeiras à parte, Nobres não perde nada para seu concorrente.

Nobres Chapada dos Guimarães fotos
Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemBalneário estivado tem uma pequena piscina natural e muitos macaquinhos ao redor

Outros lugares que rendem fotos lindas são balneário Estivado, Refúgio Água Azul, Lagoa das Araras e Mirante do Cerrado.

Chapada dos Guimarães passeios
Refúgio Água Azul, em Nobres, para banho e imersão na natureza

O balneário Estivado pode ser uma parada para almoço. O local tem um aquário natural e muitos macaquinhos livres nas árvores.

Já no Refúgio Água Azul,  uma pequena trilha linda leva o viajante a tirolesa e flutuação, em uma imersão na natureza.

Crédito: Andrea Miramontes/ @ladobviagemTirolesa e flutuação são as atividades do Refugio Água Azul, em Nobres (MT)

Outra opção de almoço está no Mirante do Cerrado, complexo de piscinas e pousada, com day use para curtir um tobogã, que vai render boas risadas.

Na descida do brinquedo, foi aquela gritaria: “Vou, não vou, ai meu Deus!” E o resultado foi este vídeo divertido.

Usei a Hero10 durante toda descida até o mergulho na piscina. A câmera grava em 5k e tem estabilidade absurda. Seu novo processador, GP2, garante ainda melhorias na resolução.

Os resultados disso tudo são frames dos vídeos em movimento, que se transformam em fotos nítidas.

Crédito: Andrea Miramontes/ Lado B ViagemMirante do Cerrado, em Nobres (MT) tem tobogã para se refrescar em passeio no destino, feito com a Confiança Tour; a imagem é frame de vídeo

Recomendo ficar no destino até o fim do dia para visitar a lagoa das Araras.

Trata-se de um refúgio natural de observação de araras, jacarés e mais animais no habitat. Na pequena trilha, macaquinhos dão as caras e arrancam vídeos divertidos.

Mas atenção! Nada de perseguir ou atrair macacos com comida para selfie. Também vigie seu grupo para não fazer barulho neste santuário.

Turistas devem fazer absoluto silêncio e interferir o quanto menos no local quase intocado.  Descubra aqui mais regras de turismo ético com animais.

O horário de visitação que deve ser obrigatoriamente no final da tarde, quando as araras se reúnem nas árvores e são facilmente vistas, lindas, coloridas.

Onde fica: Vila Bom Jardim, distrito de Nobres (MT)

Quem leva: Confiança Tour, em parceria com a agência local, Anaconda Adventure.

3 – Cachoeira Véu da Noiva

Um dos cartões-postais da Chapada, a cachoeira Véu da Noiva tem 87 m de altura e está com pouca água. Costumava ter sua queda imensa com águas fartas, mas o volume diminuiu muito de dois anos para cá.

De toda forma, a grandiosidade do cânion que se observa do alto é de cair o queixo e vale cada passo da caminhada.

Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemMesmo com pouca água, Véu da Noiva é impressionante lá do alto

Para chegar, o viajante faz uma pequena trilha, bem fácil, de 1,1 km, incluindo ida e volta.

Parte da trilha, filmei com TimeWarp, recurso que permite acelerar as imagens, feitas em movimento, com muita estabilidade. Trata-se de um recurso “irmão” do time lapse, do celular. Mas este último só pode ser feito com a câmera parada.

Há outras duas cachoeiras menores que fazem parte do complexo, a dos Namorados e Cachoeirinha, que costumavam estar abertas para banho, mas agora estão temporariamente fechadas.

Véu da Noiva fica a pouco mais de 10 km do centro da cidade de Chapada dos Guimarães, uma cidadezinha simpática, com igreja de Santana, que teve a primeira missa rezada pelos jesuítas em 1747.

Onde fica: Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

Quem leva: Confiança Tour

4 – Mirante dos Ventos

O restaurante charmoso com comida caseira faz parte do complexo do mirante mais bonito da região. Inclusive, este lugar é a parada para almoço para este passeio de um dia.

Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemMirante a mais de 400 m para ver o morro de S. Jerônimo (495 m); estou com Juliana Zorzato e Wolney, nosso guia da Confiança Tour

Duas plataformas vazadas e suspensas, com 425 metros de altura, rendem fotos maravilhosas do ponto mais alto da Chapada dos Guimarães, o Morro de São Jerônimo.

Curte caminhar sobre plataformas vazadas e suspensas? Vem flutuar sobre a natureza com este vídeo em 5k, feito com a GoPro especialmente para esta viagem.

Recortado pela ação da natureza, o morro tem 495 metros e se destaca à frente da planície pantaneira, parte da paisagem a ser fotografada no local. Com sorte é possível ver araras sobrevoando o local.

Onde fica: Ao lado da cidade de Chapada dos Guimarães

Quem leva: Confiança Tour

5 – Mais fotos na Chapada dos Guimarães

A estrada que ladeia a chapada é linda, e paredões podem ser vistos da  janela do caro. Filmei em movimento. Nestes stories você vê as imagens sem tremedeira.

Para postar, fiz frames do vídeo em movimento, o que me rendeu imagens nítidas.

Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemEstrada da Chapada dos Guimarães; frame tirado de vídeo feito com o carro em movimento

Uma parada estratégica neste passeio foi o balneário Salgadeira, uma cachoeira farta que permite banho.

Também é acessada por uma plataforma vazada, o que dá um certo charme ao passeio, veja neste TimeWarp.

Crédito: Andrea Miramontes / @ladobviagemBalneário Salgadeira tem banho de cachoeira para refrescar seu passeio pela Chapada dos Guimarães

Peça para o guia te mostrar a pedras exóticas esculpidas pelo tempo, como a do gnomo. De um certo ângulo, o desafio é enxergar o perfil perfeito do ser mágico.

Onde fica: Parque Nacional da Chapada dos Guimarães

Quem leva: Confiança Tour

Para mais destinos sustentáveis, roteiros veganos e vegetarianos, além de lugares pet friendly, siga o Lado B Viagem nas redes.

ladobviagem

Em parceria com ladobviagem

Andrea Miramontes, jornalista e viajante. Sou vegetariana/vegana e jamais divulgo atrações que escravizem animais. Sustentabilidade e ética no turismo em contato com a fauna são os pilares do meu trabalho. Faço os sites Lado B Viagem e Patas ao Alto. Seja muito bem-vindo!

Compartilhe:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Lado B Viagem

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.