Chegada da empresas aéreas de baixo custo faz passagens cair até 23%

Levantamento do Kayak considera rotas operadas pela chilena Sky Airline e pela norueguesa Norwegian Air

Por: Redação

A entrada das companhias de baixo custo –as chamadas ‘low cost’– no Brasil tem feito os preços das passagens aéreas caíram nos últimos meses.

Levantamento divulgado nesta segunda-feira, 21, pela plataforma de planejamento de viagens Kayak revela que os preços médios de algumas rotas em que a chilena Sky Airline e a norueguesa Norwegian Air estão operando tiveram uma queda de até 23%.

A Norwegian é a terceira maior companhia 'low cost' da Europa
Crédito: DivulgaçãoA Norwegian, terceira maior companhia ‘low cost’ da Europa, opera no Brasil desde o final de 2018

As duas empresas estão operando voos para o Chile e Londres dede o final de 2018.

Na rota Rio de Janeiro – Santiago, operada pela Sky Airline o preço médio dos bilhetes ficou em torno de R$ 1.454 –ante R$ 1.772. Já no trecho São Paulo – Santiago, o tíquete médio é de R$ 1.859, antes estava R$ 2.245. Em ambos a queda foi de 17%.

8 PAÍSES PARA VIAJAR APENAS COM O SEU RG

Em outro trecho analisado pelo Kayak que teve redução de preço foi a rota Rio de Janeiro – Londres, operada pela Norwegian. Os bilhetes passaram de R$ 5.990, em média, para R$ 4.611 –redução de 23%.

“Os preços podem ter diminuído tanto pela oferta de passagens baratas das low costs como por uma revisão de estratégia de companhias tradicionais, que podem estar baixando seus preços de base e oferecendo voos com menos serviços para continuarem competitivas”, diz Eduardo Fleury, gerente de operações do Kayak no Brasil.

Novas empresas

No último mês começaram a operar outras duas companhias de baixo custo: a chilena JetSmart, que por ora está voando de Salvador para Santiago, e a argentina Flybondi, que está voando do Rio de Janeiro para Buenos Aires. Essas rotas também podem apresentar queda em seus preços médios ao longo dos próximos meses.