Conheça Christiania, a cidade livre da Dinamarca

Somos Bruna e Renato, do blog Road For Two, e a Dinamarca foi um dos países pelos quais passamos na nossa jornada pela Europa. Você também pode seguir nossa viagem e nossas dicas pela nossa página no Facebook e Instagram.

Um dos lugares que mais nos surpreenderam na Europa foi esse lugar em Copenhague que para muitos passa despercebido: Christiania. Fundada no ano de 1971, em uma base militar abandonada no centro da capital dinamarquesa, era a princípio um experimento social feito por artistas e hippies. Eles a declararam como livre da Dinamarca e da União Européia, livre de impostos e com suas próprias leis. A cidade tem, inclusive, sua própria moeda e sua própria bandeira. Na saída, há uma placa que diz: “Você está entrando na União Européia“.

O lugar é totalmente diferente daquilo que se está acostumado a ver em cidades turísticas, as pessoas são alegres, há arte em todos os lugares, há música, artesanatos à venda e culinária orgânica. No centro da cidade de Christiania, há uma feira onde são vendidos artesanatos, roupas e acessórios, comidas locais e até mesmo ervas, como o haxixe, que mesmo sendo ilegais no país, são vendidas 24 horas por dia. Por esse motivo, nessa parte da cidade não é permitido tirar fotos e nem fazer vídeos.

Em Christiania há diversas galerias de artes, museus, música de rua, restaurantes, cafés e até mesmo construções históricas. Eles possuem, inclusive, sua própria cerveja. É claro que experimentamos!

Na cidade também há um lago, onde pode-se caminhar, observar a natureza e até mesmo sentar para ver o pôr-do-sol. Alguns residentes moram na beira do lago, ou até mesmo em barcos no canal próximo ao lago e por falar em residências, a arquitetura do lugar também é bem inusitada, principalmente as casas, onde várias são feitas de janelas de vidro, por exemplo.

Christiania já teve vários problemas com o governo dinamarquês, principalmente por causa da venda de substâncias consideradas ilegais. Depois de muitas lutas com o governo, no ano de 2012, foi decidido que a maior parte de Christiania seria vendida para as pessoas que viviam lá. Mas essa medida não foi aprovada pelos residentes, já que os mesmos se opõem à ideia de adquirir propriedades. Isso seria inclusive contra os ideais da cidade, que é coletivista.

A bandeira de Christiania[/img]

 Ainda nos dias de hoje, Chirstiania se foca no estilo original em que a cidade foi criada, um estilo livre e “hippie”. Com quase mil habitantes, tenta viver de forma mais orgânica possível e possui leis inusitadas, como não correr dentro dos limites da cidade, por exemplo, para que ninguém pense que seja uma batida policial e isso não assuste os moradores.

Christiania também possui 9 leis gerais que promovem a boa convivência entre moradores e turistas.

Cartaz diz que é proibido armas, drogas pesadas, violência, carros privados, gangues, coletes à prova de balas, venda de fogos de artifício, sinalizadores e roubos[/img]

Um lugar que recebe muito bem visitantes e turistas, que possui um clima único e é um lugar que merece ser conhecido por quem passa pela capital dinamarquesa. Então, quando estiver pelos arredores, não deixe de visitar, fica na Pusher Street, no centro de Copenhague.

* Algumas fotos publicadas aqui não são de nossa autoria, mas sim dos sites Buzzfeed e Shutterstock.

Compartilhe: