Últimas notícias:

Loading...

Conheça Louisiana, o destino mais divertido dos EUA

Estado reserva muitas surpresas e atrações que devem fazer parte da sua lista de lugares para conhecer na próxima viagem

O que fazer na Louisiana? Um dos destinos mais animados do planeta e o mais divertido dos Estados Unidos, reserva muitas surpresas e atrações que devem fazer parte da sua lista de lugares para conhecer na próxima viagem.

New Orleans é a porta de entrada e a mais conhecida cidade da Louisiana. Fundada em 1718 pelos franceses, esteve sob o domínio dos espanhóis em 1788 até ser incorporada ao território americano em 1803. Também fizeram parte da história, africanos, italianos e caribenhos e essa rica combinação transformou o destino num lugar muito especial, com um rico e autêntico caldeirão cultural.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemA arquitetura de New Orleans

O charmoso French Quarter

Vale começar a sua viagem pelo coração da cidade, o French Quarter que é cheio de atrações. O histórico bairro francês é charmoso, com elegantes e preservadas construções com terraços e iluminação de candeeiros.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemUm bairro cheio de charme

Vale se perder pelas esquinas, visitar lojinhas, galerias de arte, restaurantes, curtir a música que vem de todos os lados, conhecer os bares como o do hotel Monteleone, o Carousel Bar & Lounge que é um carrossel que roda de verdade.

A linda Jackson Square

A famosa praça é um dos maiores cartões postais da cidade, cercada de monumentos e prédios históricos do século 17. Lá, muitos artistas expõem seus quadros, profissionais oferecem leitura de cartas de tarô e sempre tem uma banda de jazz tocando ótimas músicas.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemA Jackson Square é o cartão portal da cidade

De um lado da praça fica a Saint Louis, a mais antiga catedral católica em funcionamento nos Estados Unidos. Do outro lado, um mirante com vista para o rio, onde é possível fazer as melhores selfies.

Explore o French Market

Siga em direção ao French Market, o mais antigo mercado da cidade, fundado em 1791. O local tem uma interessante feira de artesanato que vende colares e máscaras do Mardi Gras (o carnaval da Louisiana), bonecos de vodu e todos os tipos de lembranças.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO French Market vale a visita

Ali também há inúmeras barraquinhas para  conhecer um pouco mais da culinária típica, como os tradicionais sanduíches Po-Boys, feitos de carne ou mariscos e até mesmo espetinho de jacaré!

Ouvindo Jazz pelo rio Mississippi

Perto do French Quarter, caminhando pelas margens do rio em direção ao shopping Riverwalk, uma atração interessante é fazer um passeio em uma típica embarcação a vapor no Rio Mississippi.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO barco a vapor no Rio Mississippi

Com direito a buffet completo e jazz no final da tarde, o passeio de duas horas é um programa gostoso e dá para apreciar a cidade de outro ângulo.

Museus que você precisa conhecer

Jamnola

Se você é fã de selfies, nesse museu você fará dezenas delas. O Jamnola é um dos museus mais instagramáveis de todos os tempos! Se tem um espaço moderninho para apreciar a arte, a música e cultura de New Orleans, esse lugar é o Jamnola.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO Jamnola é um museu super bacana.

Novinho e descolado, a exposição multimídia apresenta de forma criativa o trabalho de 20 artistas locais que retratam a alegria, as cores, a comida e a música sob uma ótica bem folclórica em 12 diferentes espaços.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemUma das salas do JamNola

Museu da Segunda Guerra

Saindo um pouco do agito da cidade, um museu que vale muito ser visitado é o National WWII Museum, que conta a triste história da Segunda Guerra Mundial, sob a ótica americana.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemMuseu da Segunda Guerra

Ocupando uma imensa área, o museu tem um acervo impressionante, com armas, tanques e até enormes aviões de combate que ficam pendurados no teto.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemOs aviões pendurados no teto do museu

Uma verdadeira aula de história, e uma visita quase obrigatória nesse momento que estamos vivendo, com a guerra na Ucrânia, para entender que o mundo não deveria nunca mais passar por isso.

Museu do Jazz

Se o Jazz nasceu em NOLA, você precisa visitar o New Orleans Jazz Museum que celebra e perpetua a história da música que é a cara da cidade. Estrategicamente localizado no French Quarter, vale muito conhecer a exibição e os programas oferecidos pelo museu.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO berço do Jazz

É bom saber que sempre rola um show bacana pelos jardins do belo casarão. Confira a programação antes da visita.

New Orleans City Park

Um dos mais antigos parques dos Estados Unidos, frequentado pelos moradores desde 1854, oferece inúmeras atrações em 1.300 acres de área verde. O parque tem campo de golfe, Jardim Botânico, um parque de esculturas, pesca e barcos para alugar, etc.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO parque cheio de atrações

Outra interessante atração é o NOMA, a mais antiga instituição de arte da cidade com importantes obras de renomados artistas internacionais. Para uma pausa, nada melhor do que pegar uma mesa no jardim do famoso Café Du Monde, para se deliciar com os beignets e o clássico cafe au lait, carros-chefes da casa.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO parque das esculturas

Cidade da música

Conhecida como o berço do Jazz, New Orleans é uma verdadeira cidade da música, com diferentes ritmos que podem ser ouvidos em todas as esquinas: zydeco, gospel, jazz, rhythm & blues etc.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemJazz de primeira em cada esquina

Para quem ama a música, vale pesquisar a programação anual da cidade e programar a viagem para aproveitar um dos famosos festivais de rua como o Mardi Gras, que é o carnaval de NOLA, o New Orleans Jazz Festival, o Zydeco Fest, o Heritage Festival etc.

A animada Bourbon Street

No coração do bairro francês, a mais famosa e boêmia rua de New Orleans ainda é a Bourbon Street. É nela que os turistas se deslocam aos bandos em busca de divertimento.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemApresentação de Zydeco na Bourbon Street

Cercada de bares, music clubs, lojas, inferninhos e restaurantes de todos os lados, há festas, ritmos e diversão garantida para todos os gostos.

Vamos comer e vamos beber!

Como se come bem na Louisiana! A rica gastronomia com influências cajun, creole, francesa, italiana, espanhola, caribenha e mediterrânea é sensacional!

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemA ótima gastronomia sulista

Frutos do mar, gumbo, jambalaya, o famoso biscoito praline, o delicioso pudim de pão, os sanduíches po-boys, cestas de lagostins apimentados, até sopa de tartaruga e churrasco de jacaré são algumas das especialidades e são muitas as delícias que merecem ser experimentadas em cada esquina. Então anote essas dicas do que você não pode deixar de experimentar por lá:

Café Du Monde

Um clássico na cidade, o Cafe du Monde inaugurado em 1862, o local até hoje é famoso por servir o café au lait francês acompanhado dos beignets, deliciosos pãezinhos quentes e fritos, cobertos com açúcar de confeiteiro, que muito lembram os “bolinhos de chuva” do Brasil.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemCefe au lait e beignets

Com algumas casas em pontos estratégicos da cidade, o mais tradicional e sempre lotado fica ao lado do French Market, mas se preferir um local mais tranquilo para experimentar essa deliciosa combinação, minha dica é experimentar o agradável Café Du Monde localizado no City Park.

Commander’s Palace

No elegante bairro do Garden District, onde ficam as lindas mansões de New Orleans, um casarão azul chama atenção de quem passa.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemGastronomia refinada no Commander’s Palace

Commander’s Palace é um restaurante fabuloso e frequentado por ricos e famosos desde 1880. Se a gastronomia é um dos itens importantes da sua viagem, você não pode deixar de conhecer esse tradicional e premiado restaurante.

Brunch com Jazz no Jardim

Para unir o que New Orleans tem de melhor, uma ótima programação é fazer uma reserva para o brunch no restaurante The Court of Two Sisters.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemBruch com Jazz no jardim

O bufê é de uma fartura incrível. Para completar, uma apresentação de Jazz, no lindo jardim do restaurante, entre árvores, trepadeiras, fontes e flores.

Cooking Class

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemNew Orleans School of Cooking

Para quem gosta de se aventurar na cozinha, a dica é reservar um dia para desvendar os segredos da culinária de Louisiana em uma das escolas de gastronomia, como a New Orleans School of Cooking para aprender na prática como fazer alguns dos pratos mais tradicionais da cozinha sulista.

Sazerac, o coquetel de New Orleans

A linda Sazerac House,  aberta em 2019 num prédio  histórico,  preserva  a cultura e os costumes da cidade. O nome é uma homenagem ao Sarezac, coquetel oficial de New Orleans que ganhou fama em 1850 e é servido até hoje ao redor do mundo.

A bela decoração da Sazerac House

No casarão  que tem uma decoração linda, é possível aprender sobre o drink, interagir com um bartender “virtual”, conhecer o museu, tomar uns drinks e  comprar bebidas e lembranças na loja.

Bebendo e aprendendo

Numa cidade tão divertida, não faltam maneiras de conhecer histórias sobre o destino de forma bem criativa. O Tour Drink & Learn é um exemplo deles.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemO tour Drink & Learn

Com a engraçada guia e “historiadora de drinks” Beth Pearce, é possível caminhar pelas ruas carregando uma bolsinha com drinks já previamente preparados e assim, na medida em que a guia apresenta algum marco histórico ou um bar famoso, você é convidado a degustar um dos drinks, enquanto aprende um pouco mais sobre a história da cidade.

Atrações incríveis nos arredores de New Orleans

Você se surpreenderá com a quantidade de atrações para fazer em uma viagem bate e volta partindo de New Orleans. Vale a pena reservar uns dias a mais para conhecer algumas delas. Listo aqui 2 atrações que considero imperdíveis numa viagem a Louisiana:

Conheça as Plantations

Um programa que não pode ficar de fora do seu roteiro é conhecer as antigas e preservadas Plantations, as fazendas onde eram cultivadas o algodão e o açúcar, as ricas mercadorias que circulavam pelas águas do rio Mississippi e movimentavam a economia do país.

Crédito: Ana Paula Garrido/O Melhor da ViagemHoumas House, uma das belas Plantations da Louisiana

Algumas dessas lindas propriedades que parecem cenários de filme são abertas ao público. É possível almoçar em seus suntuosos salões, se hospedar ou apenas visitar o local para conhecer a história do sul dos Estados Unidos e como viviam as famílias dos Barões do Açúcar e do Algodão.

A beleza dos misteriosos Pântanos

Outra opção de passeio que agrada gente de todas as idades é explorar os lindos e assustadores pântanos da Louisiana. São paisagens maravilhosas com fauna e flora exuberantes, cheias de história e mistério, retratadas em muitos filmes hollywoodianos de suspense. N

Os misteriosos pântanos

esse passeio é possível avistar e até tocar em enormes jacarés, observar pássaros exóticos, ver cobras e tartarugas procurando um lugarzinho ao sol e aproveitar a natureza em um passeio de barco delicioso.

Tem tanta coisa interessante para conhecer na Louisiana! Se quiser mais dicas do que fazer por lá, veja o guia completo no blog O Melhor da Viagem.

Ana Paula Garrido, do blog O Melhor da Viagem, viajou a convite da Travel South USA com seguro de viagem da GTA

Em parceria com omelhordaviagem

Ana Paula Garrido é editora e jornalista de O melhor da viagem, blog sobre viagens, lugares e coisas imperdíveis pelo mundo, para você conhecer, curtir e viajar!

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário O Melhor da Viagem

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.