Últimas notícias:

Loading...

Cunha (SP) é destino perfeito para curtir a primavera

Estância climática também oferece atividades de ecoturismo e passeios culturais

Por: Redação

Encravada entre o Vale do Paraíba e a Serra do Mar, a cidade de Cunha (SP) é destino perfeito para curtir o finalzinho do outono e começo da primavera, quando a paisagem se transforma e as temperaturas são mais amenas.

A estância climática é cercada por belas paisagens e atrações ao ar livre, ideais para quem busca fugir das aglomerações.

Cunha primavera
Crédito: Divulgação/PMECCVista da cidade de Cunha, no Alto Vale do Paraíba, em SP; destino é perfeito para curtir a primavera

Distante a apenas 240 km da capital paulista, Cunha é também um refúgio perfeito para quem busca uma “escapada” de fim de semana.

Hospedagem em Cunha

Cunha oferece hospedagens para todos os tipos de bolsos e viajantes –-seja para família ou apenas o casal.

A Pousada Candeias figura entre as melhores opções de hospedagem da região. Ideal para quem busca sossego, conforto, contato com a natureza e muito charme.

Com 10 chalés privativos, a pousada permite aproveitar o destino com muita privacidade em meio a um clima intimista, já que os hóspedes recebem atenção cuidadosa dos proprietários. Também é possível curtir atrações como piscina climatizada, trilhas na mata e restaurante.

Informações e reservas, acesse o site www.pousadacandeias.com.br ou (12) 3111-2775.

O que visitar em Cunha

Além de relaxar na Pousada Candeias, o viajante pode se planejar para explorar os principais pontos turísticos de Cunha.

Entre as opções está o núcleo de Cunha do Parque Estadual da Serra do Mar, o maior corredor biológico da Mata Atlântica no Brasil. Lá os visitantes podem aproveitar banhos de cachoeira e trilhas em meio às abundantes fauna e flora.

Cunha primavera
Crédito: DivulgaçãoO Lavandário é uma das atrações para conhecer em Cunha (SP)

Destaque para a Trilha das Cachoeiras, que fica em uma estrada desativada em que é possível percorrer metade em carro e metade em bicicleta ou a pé.

O Lavandário e o Contemplário, que ostentam incríveis campos de lavanda e plantas aromáticas, também não podem ficar de fora do roteiro.


#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel, respeitar o distanciamento social e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado?


Quem preferir também pode visitar o Olival, com seus pomares de oliveiras, onde são oferecidas análises sensoriais de azeite extravirgem, almoços, jantares e concertos de música clássica, que ajudam as árvores a se desenvolver.

Pousada Candeias
Crédito: DivulgaçãoCachoeira do Desterro é uma das inúmeras para se refrescar em Cunha

Por fim, é imperdível conhecer os ateliês de cerâmica. Cunha é um importante polo dessa arte no Brasil e na América do Sul e possui muitos locais que dominam técnicas originais e diversificadas, criando inúmeras peças belíssimas que impressionam.

Uma das técnicas mais famosas utiliza na produção é a do Forno Noborigama, considerado um dos mais eficazes entre os fornos pré-industriais do extremo Oriente.

Como chegar em Cunha

Para quem sai da capital paulista, o melhor caminho é pagar a rodovia Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70) até Taubaté. De lá, seguir pela rodovia Presidente Dutra (BR-116), sentido Rio de Janeiro, e pegar a rodovia vice-prefeito Salvador Pacetti/Paulo Virgínio (SP-171), até Cunha. O trajeto de carro dura cerca de 3 horas.

Compartilhe: